Filho de Bolsonaro não tem votos para ser embaixador nos EUA

  • por | publicado: 19/08/2019 - 07:31
Deputado Eduardo Bolsonaro teria votado para derrubar quatro vetos do presidente Bolsonaro, seu pai, à lei de Abuso de Autoridade. Foto - Câmara dos Deputados

Deputado Eduardo Bolsonaro teria votado para derrubar quatro vetos do presidente Bolsonaro, seu pai, à lei de Abuso de Autoridade. Foto - Câmara dos Deputados

Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo junto aos 81 senadores revela que são remotas as possibilidade de o nome do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, ser aprovado para ocupar a vaga de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Pelo levantamento, somente 15 senadores disseram que vão votar a favor do deputado, quando o mínimo necessário são 41.

Outros 30 senadores declaram voto contra a indicação do filho do presidente para ser embaixador. Já 28 senadores não quiseram responder e 7 se declaram indecisos. A escolha do embaixador é prerrogativa do presidente da República, mas o indicado só ocupa o posto após sabatina no Senado e a aprovação de um mínimo de 41 senadores.

Com 35 anos, Eduardo Bolsonaro não tem, na opinião de especialistas, a experiência necessária para ocupar a embaixada mais importante do Brasil no exterior. Há também a crítica de que a escolha do filho, conhecido também como 03, seria nepotismo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.