Hering, em definitivo, controlada do Grupo Soma

  • por | publicado: 01/07/2022 - 12:58 | atualizado: 04/07/2022 - 12:40

A Hering foi criada em 1880, em Blumenau (SC) - Crédito: Reprodução

A marca Hering e suas diversas fábricas são, e de forma conclusiva, controladas do Grupo SOMA a partir desta sexta (01/07). Ontem, a superintendente-geral substituta do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Patrícia Alessandra Morita Sakowski, assinou despacho da concentração das atividades econômicas pelas companhias “sem restrições”. O procedimento foi publicado hoje.

Na verdade, porém, a aprovação preliminar pelo Cade ocorreu em 30 de junho de 2021, o que deu legalidade aos feitos entre as partes de lá para cá. Entretanto, corriam procedimentos suplementares.

As negociações, abertas em abril de 2021, representaram R$ 5,1 bilhões. Desse montante, 30% em dinheiro, desembolsados pelo SOMA, e, 70% (R$ 3,6 bilhões), via combinação de ações.

A fusão foi concluída entre os acionistas do SOMA e Hering em setembro de 2021. Como consequência, então, as ações da controlada foram retiradas da lista do pregão da B3 (Brasil. Bolsa. Balcão).

Está gostando de ler? Compartilhe!..

Hering e SOMA cruzavam negócios

A partir de hoje, portanto, em definitivo, Grupo de Moda SOMA S.A. e Cia. Hering S.A. são, respectivamente, controlador e controlada integrais.

As duas companhias, nos documentos para aprovação das negociações (Ato de Concentração nº 08700.002918/2021-41), exibiam perfis de mercado muito parecidos. Eram, portanto, concorrentes em todo território nacional.

O Grupo Soma se apresentou ao Cade com negócios no comércio de vestuário e de acessórios para os públicos feminino, masculino e infantil, bem como no comércio de calçados, de forma secundária. Além disso, com artigos de decoração. Seus produtos de varejo levam as marcas Animale, Farm, Fábula, A.Brand, Foxton, Cris Barros, Off Premium, Maria Filó e BYNV.

Controles acionários – Reprodução do processo de concentração aprovado pelo CADE em 30/06/2021

Por sua vez, a Hering no comércio de vestuário, acessórios e calçados voltados para os públicos feminino, masculino e infantil, com marcas Hering, Hering Kids, Hering Intimates e DZARM.

Manterão mesmas frações de mercado

As planilhas entregues ao Cade demonstravam que seus negócios principais (base exercício fiscal de 2019) nos mercados de calçados (fechados e abertos) e vestuários, por item, eram abaixo de 10% de todo segmento no país. E que essa situação permaneceria após a concentração dos negócios.

Fundada em 1880

A Hering foi fundada em 1880, em Blumenau (SC), pela família Hering, imigrantes alemães. Grupo SOMA, em 2010, na fusão das marcas Animale e Farm.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments