ITA, nova Alitalia, abre venda de bilhetes para São Paulo

  • por | publicado: 24/08/2021 - 14:53 | atualizado: 25/08/2021 - 19:00

ITA incluirá São Paulo nas rotas iniciais - Foto: Reprodução Logo/Divulgação Enac

A Italia Transporto Aereo (ITA), sucessora da Alitalia abre a venda de bilhetes a partir de quinta (26/08). Mas só estreara suas rotas a partir de 15 de outubro. A nova companhia entrará em operação também como estatal. A Alitalia opera, desde 2017, sob intervenção do federal.

Sem aquela intervenção, de acordo com o Governo da Itália, iria à falência. Então, teve autorização da União Europeia (UE).

De acordo como notícia da agência ANSA (retransmitida pelo portal Bol), desta segunda (24/08), a ITA está autorizada a voar desde o dia 17/08. Essa permissão é da Entidade Nacional de Aviação Civil (Enac), correspondente à Anac, no Brasil. Então, a partir da meia-noite de amanhã (25/08), a Alitalita não venderá mais passagens para voos a partir de 15 de outubro.

ITA receberá até € 3 bilhões

O Governo da Itália foi autorizado pela UE a aportar até € 3 bilhões na reestruturação da Alitália, com nova denominação. Entre ações mais significativas na reestruturação figuram a oferta aos ativos da antiga companhia, além de participação em leilão para assumir a marca. Alitalia é da Compagnia Aerea Italiana (51%) e da Ethihad Airwais (49%).

Como parte efetiva, portanto, na estruturação da ITA, o Governo da Italia informa que a companhia inicia 52 aeronaves. Entretanto, apresenta planejamentos de crescimento gradativo para médio e longo prazos. Deverá, portanto, dobrar a frota, para 105, em até fins de 2025. A nova aérea terá hubs em Fiumicino (Roma) e Linate (Milão).

Daqueles aeroportos, inicialmente, partirão voos para 45 destinos. Nessas rotas figuram, fora do mercado da UE, cinco decolagens para os Estados Unidos (Washington, Los Angeles, Miami e Boston), Japão (Tóquio), Brasil (São paulo) e Argentina (Buenos Aires).

Terceira tentativa de salvar Alitalia

Alitália foi fundada em 1946, ano seguinte ao término da II Guerra Mundial. Em 2008, teve falência. Entretanto, foi ressuscitada, sob intervenção, com ativos que poderiam gerar receitas com liquidez operacional. Portanto, será a terceira tentativa de manter a companhia voando.

ITA, da Itapemirim, começou a voar em junho – Foto: Itapemirim/Divulgação

ITA encontrará a ITA brasileira

A ITA encontrará no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP), a ITA brasileira. Esta pertence ao Grupo Itapemirim. A brasileira começou a operar em junho, mas já enfrenta problemas na Justiça. Criação da empresa custou R$ 35 milhões. LEIA AQUI

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
roberto

qual o site da ita? italia