Itaú Unibanco pagará quase R$ 0,5 bi aos administradores

  • por | publicado: 10/05/2021 - 05:53 | atualizado: 8/05/2021 - 14:57

Itaú encerrou 2020 com mais de R$ 2,1 trilhões em ativos totais - Foto: Itaú/Divulgação

O gigantismo do Itaú Unibanco Holding S.A., maior instituição financeira da América Latina, é, por vezes, algo acima do imaginário coletivo. O seu intangível, portanto, guarda itens surpreendentes. Entre tantos, está, por exemplo, o valor destinado à remuneração global dos membros do Conselho de Administração e Diretoria Executiva. Os acionistas aprovaram R$ 450 milhões para aqueles salários em 2021.

Decisão teve voto favorável de acionistas representando 99,99% das ações do capital, na AGO, dia 27/04

Donos e acionistas de milhões de empresas do país nem de longe imaginam o valor como receita em seus balanços. Mas, para não ficar algo tão abstrato, vale consultar o rankingMaiores e Melhores, 2020”, da Revista Exame. A base, porém, está nos dados lançados nos balanços de 2019. Na 1000a posição aparece a Intervias, com receita líquida de R$ 564,1 milhões.

Números do Itaú Unibanco no Balanço Patrimonial de 2020:

  • Ativos totais, R$ 2,112 trilhões (R$ 2.112,6 bilhões);
  • Valor de mercado (3a entre as 20 maiores. Fonte: Bolsa B3, 13/04/2021), R$ 253,3 bilhões;
  • Carteira de créditos, R$ 869,5 bilhões (+3,4% comparação com 2019);
  • Receita prestação de serviços e seguros, R$ 43,3 bilhões (-1,3%);
  • Lucro líquido, R$ 18,536 bilhões (-34,6%);
  • Marca mais valiosa do Brasil, R$ 37,4 bilhões (Ranking Interbrand 2020);
  • Clientes de varejo, próximo a 56 milhões;
  • Empregados, 96.540 (94.881);
  • Caixas eletrônicos, 46 mil;
  • Todos pela saúde – doação combate à Covid-19 -, R$ 1,2 bilhão;

Matéria Relacionada:

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.