Presidente explica posição de neutralidade

Presidente da Assembleia, deputado Agostinho Patrus, explica sua posição de neutralidade. Foto - Clarissa Barçante/ALMG

Presidente da Assembleia, deputado Agostinho Patrus, explica sua posição de neutralidade. Foto - Clarissa Barçante/ALMG

O presidente da Assembleia, deputado Agostinho Patrus, está entre os deputados que preferiram não declarar sua posição sobre a venda da Cemig e da Copasa na enquete feita pelo site Além do Fato. Mas ele justifica: “Terei que atuar como árbitro desse assunto na Casa, na condição de presidente, e, portanto, prefiro não me manifestar”.

O governo sabe, entretanto, que não terá vida fácil com o presidente da Casa quando o assunto for a venda das estatais. Sob seu comando, o Executivo já sentiu o gosto amargo de três importantes derrotas no Legislativo:

  • Aprovação da nova legislação sobre barragens, à revelia do governo;
  • Votação de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que obriga secretários de Estado a comparecer ao Legislativo a cada quatro meses para prestar contas de suas ações;
  • Derrubada de veto do governador a uma lei que determina que escolas públicas e privadas do estado discutam ações de prevenção contra diabetes.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
416
Categorias:
Economia