Privatizações de rodovias no Paraná: R$ 35,1 bi

  • por | publicado: 19/01/2024 - 11:47

Governo federal estima que as obras de 600 km de duplicação criarão 240 mil empregos - Crédito: Divulgação/ANTT

A Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) atualizou os valores investimentos das rodovias na pauta de privatizações no Paraná. As novas planilhas, portanto, registram expectativas de investimentos em vias estaduais e federais, dentro dos Lotes 3 e 6, de R$ 35,1 bilhões.

O Governo, certamente, aposta em atração mais fácil de investidores graças à publicação da Lei nº 14.801/2024: “Criação das Debêntures de Infraestrutura”.

Os novos cálculos figuram na documentação remetida dia 16/01 ao Tribunal de Contas da União (TCU). Entretanto, os dados refeitos só foram revelados na quinta (18/01).

O edital envolverá 600 quilômetros de duplicação de rodovias e contornos. Os corredores ligam Curitiba, o Porto de Paranaguá e os Campos Gerais às regiões Norte e Oeste do estado.

240 mil empregos nessas privatizações

A ANTT (Ministério dos Transportes) calcula a geração de 240.657 ocupações diretas e indiretas nas obras. Os editais serão formatados somente após análises do TCU. O Governo, porém, prevê a publicação ainda em 2024.

Matéria Relacionada:

Ferrovias com novas regras; leilão da 040

Detalhes dos lotes 3 e 6

Reprodução de comunicado da ANTT

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments