Supremo avalia afastamento de Deltan Dallagnol da Lava jato

  • por | publicado: 2/08/2019 - 08:01

Decisão sobre afastamento de Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa da Lava Jato pode ser tomada pelo ministro Alexandre de Moraes. Foto-STF/Divulgação

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão avaliando a possibilidade de afastamento de Deltan Dallagnol do comando da Lava Jato em Curitiba. É o que informa matéria publicada hoje pelo jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a publicação, ministros da alta Corte estariam extremamente irritados com Dallagnol, que conforme matéria divulgada ontem pelo jornal e pelo site The Intercept Brasil, teria incentivado colegadas da Procuradoria-Geral a investigar Dias Toffoli, hoje o presidente do STF.

De acordo com a Constituição, ministros do STF só podem ser investigados com autorização do próprio tribunal e cabe à procuradora-geral da República conduzir o processo e, não, um promotor de primeira instância.

O jornal afirma que o STF estaria pressionando a procuradora-geral, Raquel Dodge, a tomar a decisão de afastar Deltan de suas funções na Lava Jato, mas ela estaria resistindo. Não sendo feito por ela, estuda-se uma possibilidade de que o próprio tribunal tome essa decisão.

Nessa hipótese, o afastamento pode ser decidido pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news. Ontem (1), ele já havia determinado que mensagens apreendidas pela Polícia Federal com os suspeitos de terem hackeado celulares de autoridades sejam encaminhadas ao STF em 48 horas.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments