Avaliação de Bolsonaro despenca; maioria acha que ele está no caminho errado

Avaliação do presidente Jair Bolsonaro despenca e maioria dos brasileiros acha que ele está no caminho errado. Foto - José Cruz/Agência Brasil

Avaliação do presidente Jair Bolsonaro despenca e maioria dos brasileiros acha que ele está no caminho errado. Foto - José Cruz/Agência Brasil

A avaliação do governo do presidente Bolsonaro despenca, conforme pesquisa nacional a que o site Além do Fato teve acesso com exclusividade. O levantamento mostra que o governo é avaliado como ruim/péssimo por 42,1% dos brasileiros, uma diferença de 10 pontos percentuais em relação ao levantamento anterior (32%), feito no final de setembro.

A pesquisa foi feita, por telefone, entre os dias 29 de outubro e 2 de novembro, pelo portal Jota/Ibpad, com 1042 pessoas de 304 municípios brasileiros.

O número de entrevistados que avaliam o governo como ótimo/bom agora é de 30,9%, contra 35,2% no levantamento anterior, uma queda de quase cinco pontos percentuais. O governo do presidente Bolsonaro é regular para 23% das pessoas ouvidas, contra 29,1% no levantamento anterior.

O que explica o aumento da avaliação ruim/péssimo do governo? Algumas possibilidades: o imobilismo do governo no episódio do derramamento de petróleo nas praias do Nordeste, uma vez que as ações de autoridades federais só começaram mais de um mês após detectadas as primeiras manchas nas praias.

Deve também ser considerado o destempero verbal dos filhos do presidente, como foi o caso do deputado Eduardo Bolsonaro, que defendeu um novo AI-5 (de 1968), um dos atos mais tenebrosos da ditadura militar implantada no país em 1964. A fala do deputado provocou grande reação tanto entre lideranças políticas, inclusive do campo do presidente, quanto na comunidade jurídica.

Outro episódio a ser considerado: a briga do presidente e dos filhos com a direção nacional do PSL, que tem como pano de fundo o controle das verbas milionárias dos fundos eleitoral e partidário (mais de R$ 600 milhões).

Caminho errado

O levantamento também deixa claro que o brasileiro acha que o governo do presidente Bolsonaro está indo pelo caminho errado. De acordo com a pesquisa, 51,7% dos entrevistados acham que o presidente está no caminho errado, contra 41,9% no levantamento anterior, uma diferença de quase dez pontos percentuais num intervalo de tempo de apenas um mês.

Acham que o governo do presidente está no caminho certo 29,7%. No levantamento anterior, eram 44,1%, o que significa que num intervalo de 30 dias, ele perdeu mais de 14 pontos percentuais.

Relacionada

Pré-candidato à presidência em 2022, Luciano Huck contrata instituto de pesquisa

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments