Conceição das Alagoas em linha ambiental de Bolsonaro

  • por | publicado: 22/07/2019 - 13:52
Portal da Prefeitura de Conceição das Alagoas - Foto: Imagem do Portal

Portal da Prefeitura de Conceição das Alagoas - Foto: Imagem do Portal

Conceição das Alagoas, em linha ambiental com Bolsonaro, ambiente com business: Secretaria da Agropecuária, Agroindústria e Meio Ambiente

Jair Bolsonaro não está sozinho na babel federal ambiental. Conceição das Alagoas (MG) fez algo parecido. Muito antes, o município antecipou um pouco da linha bolsonarista com a Secretaria Municipal da Agropecuária, Agroindústria e Meio Ambiente. Em muitos municípios há casos assim. Porém, opositores não poupam o presidente Bolsonaro (PSL) pelas fusões de ministérios, realocações de órgãos do segundo escalão e nomeações. Uma recente rusga veio, portanto, na indicação de ruralista à frente do Parque Nacional da Lagoa do Peixe o Parque Nacional da Lagoa do Peixe, em Mostardas (RS). Sem experiência na área ambiental, a agrônoma Maira Santos de Souza, 25 anos, é neta de grande pecuarista na região do parque.

Ambiental e business sob mesmo comando

As competências da Secretaria Municipal de Agropecuária, Agroindústria e Meio Ambiente de Conceição das Alagoas vão de A a Z. Além de atribuições com 60% da denominação focadas no business, a Secretaria não define, no Portal, poderes de vetos pela área ambiental (sic):

  • cooperar com outras instituições públicas e privadas na consolidação da política agropecuária, agroindustrial e de meio ambiente
  • administrar os parques, o horto florestal e a horta municipal no que se relacione com a produção e a padronização de mudas
  • fiscalizar e fazer cumprir as normas relativas à preservação ambiental

É, portanto, de se perguntar: como se dá o expediente de titular único para áreas de interesses conflitantes?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.