De olho na reeleição, Kalil se reaproxima de vereador e tenta se livrar de adversários

Alexandre Kalil intensifica ações para conseguir se manter como prefeito da capital mineira. Foto: Alem do Fato 01.08.2019

Alexandre Kalil intensifica ações para conseguir se manter como prefeito da capital mineira. Foto: Alem do Fato 01.08.2019

Candidato à reeleição, que está logo ali em outubro, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) iniciou um trabalho que visa, por um lado, aparar arestas que possam representar problemas maiores quando a campanha começar, e, por outro, retirar algumas pedras do seu caminho, o que vale dizer alguns adversários com potencial para ameaçar seu projeto político.

Faz parte da primeira estratégia o encontro que o prefeito terá hoje, no final da manhã, com o vereador Gabriel Azevedo (sem partido). Gabriel foi peça chave na eleição de Kalil, atuando como coordenador geral e estrategista de sua campanha digital, que chegou a ser premiada como uma das mais criativas do país.

Logo após a eleição, entretanto, houve um rompimento, o vereador adotou uma postura de independência e passou a exercer de forma contundente seu papel de fiscal das ações do Executivo. Nos três primeiros anos, tornou-se um crítico feroz da gestão municipal, em especial em algumas áreas, como a da mobilidade, cobrando do prefeito o que ele havia prometido como candidato, mas que não cumpriu quando chegou ao cargo.

O gesto de reaproximação foi feito pelo prefeito, durante visita recente que ele fez à Câmara Municipal. Na semana passada sua assessoria ligou para o gabinete do vereador agendando a reunião para hoje. Gabriel aceitou o convite e há boas chances de que saiam fumando o cachimbo da paz.

Um adversário a menos

Na outra ponta, o prefeito trabalha para tirar do seu caminho alguns adversários e parece ter conseguido se livrar daquele que vinha se apresentando com mais potencial para incomodar sua candidatura, que é o deputado estadual Mauro Tramonte (Republicanos). Pesquisas de intenção de voto chegam mostrar uma diferença de pouco mais de 10 pontos percentuais entre ambos.

Os dois se encontraram recentemente na casa do prefeito e políticos que tiveram informação sobre a reunião dão conta de que a candidatura de Tramonte subiu no telhado. O argumento que o prefeito usou para convencer o parlamentar a desistir (a se confirmar a desistência) ainda é um mistério.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauro Ivant

Kalil a periferia te elegeu mas esta mesma periferia foi esquecida fez ins arremendos mal feito em ruas e nadtou uma chuvinha e tudo em ruinas de novo

Geraldo J Jr

Belo Horizonte é, de longe, a Capital mais mal administrada do país, a única que conseguiu regredir em todos os quesitos que for pesquisada. Kalil está deixando a cidade um lixo, um antro de craqueiros e moradores de rua, embaixo de cada marquise há moradores de rua, buracos e mais buracos em cada rua, regionais sucateadas. A propósito, o asfalto que estão colocando não vai durar nem até a eleição, chega a ser ofensiva a qualidade!

Zog5000

Kalil leva no primeiro turno

Geraldo J Jr

Tem trouxa pra tudo no Brasil, não duvido disso!

lukas

O Estado quebrado, as prefeituras sem verbas incluindo BH, não da pra exigir que BH seja uma Suíça da vida…vejo a administração dele
dentro da realidade das grandes cidades brasileiras

Geraldo J Jr

É sinal de que você não acompanha a política. Ele está guardando dinheiro para torrar em obras populistas em véspera de eleição. Isso não é administrar dentro da realidade, é vigarice!

Sem contar as vagas de ensino integral que ele acabou, dividindo em duas para falar que aumentou o número de vagas.

Kalil é ridículo e INCOMPETENTE!

lukas

Não é um sinal de falta de acompanhamento, sua afirmação
está equivocada, meu argumento sobre a administração dele estar dentro da realidade das grandes cidades é baseado nos dados da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (SMPOG), nesses dados é possível ver que a PBH
teve superávit mesmo com a falta de repasse do Estado, uma prefeitura ruim e incompetente não consegue esse tipo de resultado.

Geraldo J Jr

Não meu caro, está completamente equivocado nessa sua análise. Prefeitura não tem que fazer superávit, Prefeitura tem que realizar o orçamento atendendo as demandas da sociedade. Quem tem que guardar dinheiro é banco. Prefeitura só deve guardar dinheiro se a cidade estiver em completo e normal funcionamento, o que não é o caso de Belo Horizonte. Um bom gestor utiliza os recursos, não deixa eles guardados enquanto a população sofre com péssimo atendimento nos postos de saúde, perde pneus e sofre acidentes por conta de ruas não pavimentadas e deixa alunos sem escolas de qualidade.

Lamento não concordar com sua opinião, mas não dá pra discutir algo sério com quem age por paixão, não por razão!

lukas

Não há paixão nas minhas palavras, apenas fatos, ainda indiquei
fontes para consulta, como isso é agir com paixão? Você disse que
“Prefeitura não tem que fazer superávit”,mas tem sim colega, superávit
indica para o mercado financeiro que a prefeitura tem capacidade de pagar o que deve, pois mantém as contas públicas em ordem, ou seja, tem menos risco de crédito e dessa maneira pode ser um bom destino para investimentos privados , com isso a cidade pode captar mais recursos para pavimentar ruas, construir novos postos de saúde, colocar hospitais pra funcionar, não tem uma administração perfeita, mas isso é algo relevante considerando a situação financeira do Estado e das cidades do país.

Geraldo J Jr

BH realmente é um ótimo destino para investimentos privados, só se for pra passar férias, porque até o plano diretor feito pelo Falastrão espantam investimentos da cidade, ninguém vai construir nada aqui, a não ser milionários, e mesmo assim, esses vão investir em cidades da RM, porque só fez criar um monstro para afastar investidores pelo absurdo projeto.

Você é só mais um patético apoiador de Kalil, não sabe o que se passa na cidade.

Sugiro que dê uma volta nas redondezas da Rodoviária, na Av. do Contorno próxima ao antigo TRE, próximo do Mercado Novo, na Lagoinha, dê uma volta pela Região do Morro das Pedras, pela Taquaril, pelo Alto Vera Cruz e qualquer outra região de BH.

Se quiser também, passe pela Andradas, próximo ao Parque Municipal e a Alameda Ezequiel dias, veja o tanto de investimentos privados atraídos para BH.

Se não estiver satisfeito, converse com a população de utiliza os Centros de Saúde e Hospitais Municipais, ou quem sabe converse com os pais de alunos da rede municipal que está chegando no meio de março e os seus filhos não tem escola para estudar, graças ao “magnífico” gestor Kalil (Só ressaltar que foi ironia, senão é capaz de você ainda achar que é sério).

Então meu camarada, a cidade que você vive, não é Belo Horizonte, porque se fosse, estaria falando de outras coisas.

lukas

Você disse: “só mais um patético apoiador de Kalil”, usando ad hominem sinaliza que perdeu completamente a capacidade de argumentação, fala fala e não indica um dado , um relatório sequer, como espera que sua visão de regiões seja sustentada pelo seu achismo? Eu vejo muita coisa errada em BH, muito mais do que seus ‘exemplos’, mas não significa que posso sair por aí concluindo coisas sobre gestão como você está fazendo, pois
usando a SUA ‘lógica’ o presidente do país é um lixo, o governador é um lixo, todos seriam.

Geraldo J Jr

Brilhante e óbvia dedução, nosso Presidente é um Lixo, o nosso Governador é outro lixo e 90% de nossos políticos são uns lixos. Mas só uma coisa me preocupa, eles estão lá com votos de pessoas que não acompanham, nem sequer, o que acontece no seu próprio bairro, na sua própria rua. Quanto ao meu “ACHISMO”, não é achismo meu caro, é simples constatação da realidade, achismo no caso é o seu, que mesmo com inúmero argumentos fáticos, em todas as áreas, ainda que se julgar superior em entendimento e opinião. Se quiser, podemos debater dias sobre problemas de BH. Posso te dar mais inúmeros exemplos. Mas se quiser mais um fato, vá acompanhar as obras de recapeamento que estão ocorrendo em BH, veja o nível do trabalho.

Wesley GS

Sempre que tem noticia sobre o prefeito aparece duas, três pessoas falando sobre mendigos, sujeira e cracudos, nunca aparecem com soluções, acham que a solução é se livrar das pessoas? se for se livrar dos culpados por toda a sujeira na rua vai ter muito cidadão de bem correndo o risco.

Wesley GS

Sempre que tem noticia sobre o prefeito aparece duas, três pessoas falando sobre mendigos, sujeira e cracudos, nunca aparecem com soluções, acham que a solução é se livrar das pessoas? se for se livrar dos culpados por toda a sujeira na rua vai ter muito cidadão de bem correndo o risco.