Deltan usou partido como laranja para mover ação contra Gilmar

Deltan Dallagnol tentou propor ação no Supremo contra o ministro Gilmar Mendes, usando o partido Rede como laranja. Foto - Guilherme Dardanhan/ALMG

Deltan Dallagnol tentou propor ação no Supremo contra o ministro Gilmar Mendes, usando o partido Rede como laranja. Foto - Guilherme Dardanhan/ALMG

Reportagem publicada pelo Portal Uol, em parceria com o site The Intercept Brasil, mostra que o procurador Deltan Dallagnol, chefe da operação Lava Jato, usou o partido Rede Sustentabilidade para propor uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro Gilmar Mendes. É o que mostra, diz a reportagem, mensagens privadas de integrantes da força-tarefa enviadas por fonte anônima ao Intercept.

A articulação envolveu o senador Randolfe Rodriges (Rede-AP) e, como resultado, foi apresentada uma Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) no Supremo para impedir que o ministro Gilmar soltasse presos em que ele não fosse o juiz da causa.

As negociações com o senador teriam sido feitas, conforme conteúdo divulgado pelo Uol, pelo procurador Deltan Dallagnol. O chefe da força-tarefa teria recorrido a esse expediente para burlar as limitações que tem por ser promotor de primeira instância. A ação contra Gilmar Mendes acabou sendo arquivada por determinação da relatora do caso, ministra Carmen Lúcia.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
2 10
Views:
123
Categorias:
Política

All Comments