Líderes governistas silenciam sobre venda das estatais, como quer Romeu Zema

O deputado Luiz Humberto Carneiro (PSDB), que na condição de líder do governo defende os interesses do Executivo na Assembleia Legislativa, está entre os deputados que não responderam, na enquete feita pelo site Além do Fato, se concorda ou não com a privatização da Cemig e Copasa.  

Ele também não quis declarar sua posição sobre o desejo do governo estadual de acabar com a exigência do referendo popular para validar a venda das duas estatais.

Assim como Luiz Humberto, o deputado Gustavo Valadares, líder do bloco Sou Minas Gerais, que oficialmente apoia o governo do Estado, também não respondeu nem sobre a venda das empresas e nem sobre o referendo.

A posição dos líderes governistas dá a noção das dificuldades que o governo terá no Legislativo quando começar a discussão sobre a privatização das estatais.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.