Lula traz obras e agrados para Fuad a oito meses da eleição

Lula concede entrevista em BH, Foto: Youtube/Ricardo Stuckert/PR

Numa agenda administrativa e política, o presidente Lula (PT) desembarcou, nesta quarta, em BH, com pacote de obras e flertes para o prefeito Fuad Noman (PSD). O gesto político começou com o convite cerimonioso para recebê-lo no aeroporto. Há quem diga que ganhou em troca um kit suspensório. O partido de Lula tem pré-candidato a prefeito, o deputado federal Rogério Correia, que ainda não apresenta desempenho competitivo. E mais, sua candidatura depende também de apoio de partidos federados ao PT: o PV e o PCdoB ainda não se manifestaram.

Foco em três capitais

Como dissemos aqui, em 18 de setembro passado, Lula fará tudo para vencer nas três principais capitais, além de BH, Rio e São Paulo. Na capital paulista, sabemos o que fez ao montar chapa, levando o PT a apoiar o Psol do pré-candidato Guilherme Boulos (deputado federal). Ainda fez seu partido engolir a refiliação da desafeta Marta Suplicy para ser a vice. No Rio, afastou o PT da chapa de reeleição de seu aliado, o prefeito Eduardo Paes (PSD).

De olho em 2026

Aqui na capital mineira, desde o ano passado, acenos foram feitos a Fuad. Durante visita, o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), chegou a sondar o prefeito, antecipando-lhe que Lula poderia apoiá-lo. Tudo somado, o presidente quer fazer barba, cabelo e bigode na sucessão municipal para que, na eleição de 2026, possa conquistar o quarto mandato fortalecido nesses estados. Teria ainda como candidatos a governador, o senador Rodrigo Pacheco, e Eduardo Paes, ambos do PSD.

Voltando às obras, a prefeitura será agraciada com investimentos no Anel Rodoviário, transferência do aeroporto Carlos Prates, para ser base do Minha casa, minha vida. E mais, recursos para saneamento e prevenção de enchentes. Iniciativas incluídas a pedido do prefeito no pacote do PAC para Minas.

Falta de agrado

Junto dos afagos a Fuad, houve descontentamento de petistas mineiros graduados com a falta de atenção. Muitos se informaram sobre a agenda presidencial pela imprensa.

Deixa o Zema falar

Foi encaminhado ao cerimonial do presidente Lula um pedido de deputados estaduais para que Zema possa se manifestar no evento desta quinta, no Minascentro. Na programação, estão previstas as falas de oito ministros e de Lula na prestação de contas e anúncio de obras. Os parlamentares defendem que o governador também fale. Se criticar o presidente, vai dar ruim; se falar bem, como o colega paulista Tarcísio, poderá se comprometer. Saia justa.

Nove vetos de Zema ameaçados

Pela tendência manifestada na reunião de líderes, os deputados estaduais deverão derrubar os vetos integral e parciais de Zema a projetos aprovados. Pela ordem, o que trata dos recursos contra a pobreza, cobrança de pedágios, estação ecológica de Aredes e Fechos, entre outros.

(*) Publicado no jornal Estado de Minas

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
149
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments