PT e partidos de esquerda vão pressionar STF para anular caso Lula

Brasília- DF 24-04-2017Ex-presidente Lula durante Seminário estratégias para economia brasileira desenvolvimento soberania inclusão Mesa: Foto Lula Marques-Agência PT

O PT e outros partidos de esquerda iniciam a semana pressionando o Supremo Tribunal Federal (STF) para que o processo contra o ex-presidente Lula seja anulado e que ele tenha um outro julgamento. Lideranças de esquerda querem que a Corte se manifeste no processo que questiona a parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça, e que julgue o habeas corpus que pede que seja declarado nulo o processo do ex-presidente.

No domingo, a Folha de S. Paulo, em parceria com o site The Intercept Brasil, mostrou que conversas de Lula gravadas pela Polícia Federal em 2016 foram omitidas e o juiz e a força-tarefa da Lava Jato optaram por divulgar, de forma ilegal, apenas um diálogo do ex-presidente com a presidente Dilma, em que tratavam de sua posse como ministro da Casa Civil.

A tese de Moro era que Lula, ao aceitar ser ministro, queria se livrar da Lava Jato para obter foro privilegiado no STF. Por conta do diálogo vazado, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo, impediu a posse de Lula no cargo. Mas os demais diálogos mostram, segundo matéria da Folha, que Lula resistiu em aceitar o cargo e que seu objetivo era tentar evitar o impeachment de Dilma.

“A reportagem publicada pela Folha de S. Paulo traz informações graves que demonstram claros ataques ao Estado Democrático de Direito. Lula precisa ter um julgamento justo e já passa da hora do ministro Sergio Moro pedir demissão. A lei é para todos!”, afirmou o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), que sempre defendeu a Lava Jato.

“É inadiável reconhecer a parcialidade de Moro e dos procuradores, anular um processo viciado desde o início e garantir o direito de Lula a um julgamento justo”, declarou a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR).

Está em análise a possibilidade de a defesa do ex-presidente Lula entrar com novo recurso no STF pedindo sua liberdade

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
13 10
Views:
239
Categorias:
Política

All Comments