Acionistas da Unidas negam quórum para elevar capital

Acionistas da Locamérica, dona da Unidas, não deram à AGE, desta sexta (04/10), e ficou prejudicada proposta de elevação do capital autorizado - Foto: Redes Sociais/Linkedin

Acionistas da Companhia de Locação das Américas (Locamérica), dona da marca Unidas, não deram quórum à Assembleia Geral Extraordinária (AGE) convocada para esta sexta (04/10). Assim, ficaram prejudicadas as deliberações de aumento do limite de capital e do desdobramento das ações. Pela convocação do dia 16 de setembro, o limite do capital saltaria de R$ 1,5 bilhão para R$ 4 bilhões. A Unidas é a segunda maior locadora de veículos do país, depois da Localiza Renta a Car.

O desdobramento das ações postulado pela companhia é na proporção de uma para três. Assim, justificam os administradores da Locamérica, tornará “mais acessível aos investidores o lote 100 ações”. E, ainda, que aumentará a liquidez dos papéis, “considerando que sua maior quantidade, potencialmente, gera incremento nos negócios”. Contudo, o capital social permanecerá em R$ 2.006.289.984,08, passando a ser dividido em 447.729.411 ações ordinárias.

Os acionistas da Locamérica, de acordo com nota assinada pelo diretor de Relações com Investidores, José Antônio de Souza Azevedo, estão convocados para segunda chamada, no próximo dia 17.

Acionistas controladores da companhia

Todas as ações do capital da Locamérica são ordinárias, ou seja, com direito a voto nas decisões propostas. O controle da companhia, em 23/09/2019, informado à B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), estava assim distribuído:

  • Principal – Gestão de Activos e Consultoria Administrativa Financeira S.A. – 10,99%
  • Dirley Pingnatti Ricci – 7,42%
  • Luis Fernando Memoria Porto – 20,25%
  • Sergio Augusto Guerra de Resende – 10,25%
  • Rcc Participações Sociais Ltda. – 2,29%
  • Enterprise Holdings Brazil. Llc – 8,80%
  • Outros – 48,72%
  • Ações Tesouraria – 1,28%
  • TOTAL – 100%

No encerramento do primeiro semestre, a Locamérica apresentou receita com vendas de serviços de R$ 2,231 bilhões e, lucro líquido de R$ 155,6 milhões, superiores, respectivamente, 87,8% e 134,8% a igual período de 2018. O total dos ativos da companhia era de R$ 6,840 bilhões (+16,80%) e, o patrimônio líquido, R$ 2,657 bilhões (+3,60%).

VEJA MATÉRIAS RELACIONADAS

Locadoras de veículos atrás do melhor pit stop de caixa

Locamérica (Unidas) eleva capital de R$ 1,5 bi para R$ 4 bi

#Locamérica #Unidas #B3 #LocadoraDeVeículos #Enterprise #Localiza

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.