Andrade Gutierrez segue meta de desembarque da CCR

Andrade mantém negociações com a IG4. Foto: CCR ViaSul/Divulgação

A Andrade Gutierrez S.A. segue com as negociações para a saída do capital social da holding CCR S.A., onde detém 14,86% das ações. Portanto, mantém o propósito de alienar a totalidade da participação naquela companhia.

As negociações, de acordo com comunicado, desta quinta (08/07), da CCR ao mercado financeiro, são deliberadas pela Andrade Gutierrez Participações S.A. (AG Participações).

Andrade segue oferta com IG4

O prazo previsto de sucesso nas negociações com a IG4 Capital Investimentos Ltda (IG4) terminou ontem (07/07), conforme o comunicado ao bloco do Acordo de Acionistas. Entretanto, sem sucesso. A AG Participações, portanto, abriu nova fase. Mas mantendo a IG4 do outro lado do balcão.

A CCR tem no capital apenas ações ordinárias, ou seja, todas com direito a voto.

CCR teve lucro superior 209%

No final do 1T21, a CCR apresentou, no balanço patrimonial consolidado, ativo total de R$ 38,498 bilhões e patrimônio líquido de R$ 8,943 bilhões. A receita de venda no 1T21 da companhia, de R$ 3,708 bilhões, evoluíram 40,3% na comparação com 1T20. Mas, o lucro líquido, de R$ 844,3 milhões, apresentou o espetacular desemprenho de 209,1%.

Posição Acionária*

Nome%ON%PN%Total
Sucea Participações S.A. (anteriormente Camargo Corrêa Investimentos em Infra-estrutura S.A.)13,320,0013,32
Sincro Participações S.A. (anteriormente Denominada Cc Investimentos E Participações S.A.)1,540,001,54
Capital Research Global Investors9,980,009,98
Soares Penido Obras. Construções E Investimentos S.A.4,620,004,62
Soares Penido Concessões S.A.10,430,0010,43
Andrade Gutierrez Participações S.A.14,860,0014,86
Capital International Investors5,230,005,23
Outros40,020,0040,02
Ações Tesouraria0,000,000,00
Total100,000,00100,00
Fonte: B3 (Brasil. Bolsa. Balcão). Informação recebida em 29/06/2021.
(*)Posição dos acionistas com mais de 5% das ações de cada espécie.

MATÉRIA RELACIONADA (29/06/2021):

CCR paga R$ 1,2 bi ao Governo de SP e encerra disputa

A CCR S.A, holding do Grupo CCR, de concessionárias rodoviárias pagará R$ 1,2 bilhão ao Governo do Estado de São Paulo. Essa transferência de recurso está previsto no Acordo Preliminar celebrado entre as partes e envolve, portanto, demandas da empresa dentro do Edital. O Acordo, portanto, encerra ações judiciais propostas pelo governo paulista envolvendo aditivos de 2006. Continue lendo AQUI.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments