CCR paga R$ 1,2 bi ao Governo de SP e encerra disputa

  • por | publicado: 29/06/2021 - 23:32

Pelo Sistema Castello-Raposo (foto), sob gestão da ViaOeste, tem movimento médio “700 mil viagens por dia”, informa a CCR – Foto: Divulgação.

A CCR S.A, holding do Grupo CCR, de concessionárias rodoviárias pagará R$ 1,2 bilhão ao Governo do Estado de São Paulo. Essa transferência de recurso está previsto no Acordo Preliminar celebrado entre as partes e envolve, portanto, demandas da empresa dentro do Edital. O Acordo, portanto, encerra ações judiciais propostas pelo governo paulista envolvendo aditivos de 2006.

Maior desembolso da CCR será pela ViaOeste

O acordo foi comunicado nesta terça (29/06) pela CCR ao mercado. O documento encaminhado à B3 (Brasil. Bolsa. Balcão), esclarece, além disso, que o pagamento será realizado no prazo de até 15 dias. Essa operação, todavia, será por três subsidiárias: AutoBan (R$ 352 milhões), SPVias (R$ 263 milhões) e ViaOeste (R$ 585 milhões). Veja AQUI o comunicado da CCR.

Concer

Enquanto isso, a Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora-Rio S.A (Concer) segue sem definição do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT – Ministério da Infraestrutura) para o trecho da BR-040 Rio-Juiz de Fora (MG). A concessão terminou em fevereiro. Lei ias a AQUI.

Invepar

Mas, o trecho maior da BR-040, Juiz de Fora-Brasília, também é objeto de expectativa. Em 2019, a concessionária Via 040, pertencente à Investimentos e Participações em Infraestrutura (Invepar), decidiu devolver à concessão ao Governo. No entanto, a controladora anunciou que pretende participar da relicitação da rodovia. Leia AQUI.

A Via 040 alegou que as tarifas do pedágio não geravam caixa suficiente para fazer frente aos investimentos comprometidos previstos no Edital – Foto: Divulgação/Via 040

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments