Blindado 8×8 do Exército espera sinal de Lula

  • por | publicado: 09/05/2023 - 23:23 | atualizado: 15/05/2023 - 12:31

TRF-1 barrou, em dezembro, a assinatura de compra do Centauro II - Crédito: Divulgação/Consór CIO/Iveco

Exército, enlameado em episódios golpistas, de 8 de janeiro, em Brasília, amarga quarentenas no Governo Lula. Os afagos do Planalto chegaram à Marinha de Guerra e Aeronáutica, então, está garantida a continuidade armamentista do país com submarinos (até propulsão nuclear) e caças. Falta, portanto entre as grandes compras das Forças Armadas, o aceno de apoio do presidente aos blindados 8×8 do Exército.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) esteve, em março, no estaleiro e base naval em Itaguaí (RJ). Naquele complexo, com tecnologia da França, o país desenvolve o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (ProSub).

Nesta terça (09/05), o chefe do Planalto foi às instalações da Embraer, em Gavião Peixoto (SP). Conheceu, portanto, ninho (linha de montagem) que absorverá tecnologia de parte do lote 36 caças Gripen NG. São equipamentos da Saab, da Suécia, destinados à Força Aérea Brasileira (FAB). A encomenda é de US$ 4,05 bilhões (2019).

Mais quatro caças Gripen

Na última quinta (04/05), chegaram ao país, por navio, no Porto de Navegantes (SC), mais duas aeronaves Gripen F39. Elas se juntarão a outras cinco unidades. A FAB espera mais dois desses caças até o final do ano.

O penúltimo cronograma para entregas dos caças era para finalizar em 2027. Entretanto, em 17 de abril passado, surgiu novo aditivo (3° Termo Aditivo ao Contrato de Despesa nº 004/DCTA-COPAC/2014). Por essa emenda, foram “ajustados” de custeio, prazo e cronograma físico-financeiro. Mas, sem alteração de valor e vigência de 17/04/2023 até 1º de outubro de 2028.

MATÉRIA RELACIONADA:

Caça Gripen NG: aditivo e propina denunciados por Palloci

Contrato do Exército foi barrado no Governo Bolsonaro

O Exército tem, no momento, como principal programa a compra os 98 blindados 8×8 Centauro II. Pode, porém, avançar apara 221. O programa é de longo prazo, para até 2040., com custo estimado em R$ 5 bilhões.

A licitação chegou à fase de assinatura do contrato nos últimos dias do Governo Bolsonaro. Ou seja, com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) já derrotado para Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Mas, foi abortado em liminar dada em ação popular pela Justiça Federal do Rio de Janeiro em 05 de dezembro. Dias depois, porém, foi derrubada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A Iveco (Grupo Fiat), da Itália, venceu o edital, liderando o Consócio CIO. A montadora tem divisão militar é fornecedora, a partir da planta de Sete Lagoas (MG), da linha de blindados Guarani. Ou seja, um fornecedor conhecido.

Ainda falta gesto político de Lula

Nestes estes quatro meses de governo, Lula administra campos minados na Política com o Exército. O mais grave envolve plano de tentativa de golpe dos bolsonaristas e as invasões ao Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal (STF).

As denúncias chegam aos generais. Isso gerou, portanto, a natural perda de confiança da parte do presidente. E, como consequência, afetou várias frentes de relacionamento. Entre estas, por exemplo, o braço de espionagem da Presidência da República, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

Então, para segurança da continuidade de compra dos lindados 8×8, resta Lula aparar arestas com o Exército. Ou seja, o gesto do presidente pelo Centauro II.

Mas etapas do contrato avançam

A rusga com o Exército não impediu, entretanto, avanços no contrato do novo blindado. Entre estes, o ato simbólico de entrega, pelo Consórcio CIO, de um lote de amostra de dois blindados Centauro II. A cerimônia, em 30 de janeiro, foi na Itália.

Mais recente, foi ato de aprovação do “acolhimento” do Centauro II pelo Exército, formalizado na sexta (05/05), via Boletim do Exército, com a publicação da portaria EME/C Ex Nº 1.011, de 24 de abril de 2023. Assim, a viatura passa a cumprir formalidades operacionais previstas no Edital.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments