BMG coloca Ana Karina Dias no comando executivo

  • por | publicado: 9/12/2019 - 19:15 | atualizado: 7/07/2020 - 16:11

Acionistas do BMG vão remanejar Ana Karina Dias da presidência do Conselho para presidência da Diretoria Executiva - Foto: Portfólio McKinsey&Company

O Banco BMG anunciou, nesta segunda (09/12), mexida no comando. Contudo, a família controladora, Pentagna Guimarães, trocará cadeiras sem perda do poder. O banqueiro Ricardo Annes Guimarães (da família) assumirá a presidência do Conselho. A atual presidente do Conselho, Ana Karina Bortoni Dias, assumirá a presidência da Diretoria Executiva. Ricardo é do Conselho.

Mas, para implementar essa dança das cadeiras, os acionistas aprovarão a criação de novas nomenclaturas para os cargos da cúpula. O cargo da Ana Karina Dias mudará de “Diretor Executivo Geral” para “Diretor Presidente”. O atual diretor executivo geral, Marco Antônio Antunes, passará à função de diretor executivo vice-presidente.

BMG realça “cultura digital” de Ana

De acordo com o jornal “Valor Econômico”, Ana Karina Dias é bacharel em Química. Mas, fez carreira fora da engenharia, como na consultora na McKinsey, a partir de 2000, atingindo status de sócia. “Conheceu a família Pentagna Guimarães no início do ano passado (2018), convidada a liderar um projeto de profissionalização da instituição financeira”, completou o jornal.

O comunicado do BMG, por sua vez, acrescenta que a futura presidente fez carreira em consultoria na área bancária. Ana Karina Dias tem especialização no “desenvolvimento e implementação de programas de governança corporativa, governança familiar e transformações, incluindo cultura digital”.

Ex-diretora do BNDES no conselho

No portfólio da McKinsey, Ana Karina Dias era apresentada como tendo “experiência profunda em jornadas de alta liderança empresarial”.

O comunicado assinado por seu diretor de Relações com Investidores do BMG, Flávio Pentgna Guimarães, apresenta, porém, uma condicionante para a reorganização: “(i) eleição da Sra. Ana Karina Bortoni Dias para o cargo de Diretora Presidente do Banco, que será oportunamente submetida ao Conselho de Administração do Banco e está sujeita à aprovação da nova nomenclatura do cargo de “Diretor Executivo Geral” para “Diretor Presidente”, alteração esta de nomenclatura que será submetida à aprovação dos acionistas do Banco” (sic). Mas, isso é mera formalidade, pois, na prática, quem decide é a família Pentagna Guimarães.

O banco implementará outras mudanças no banco dos Pentgna Guimarães: Eliane Aleixo Lustosa, eleita membro independente do Conselho, em substituição à Olga Colpo. Elaine é economista e foi diretora do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no período 2016-2019. Olga Colpo foi alçada à vice-presidência do Conselho.

#BMG #AnaKarinaBortoniDias #BancoBMG #BNDES

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.