Bradesco eleva capital social para R$ 79,1 bilhões

  • por | publicado: 13/02/2020 - 18:42

Acionistas do Bradesco aumentarão capital social para R$ 79,1 bilhões - Foto: Bradesco/Divulgação

Os acionistas do Banco Bradesco votarão, em AGE, no dia 10 de março, a proposta do Conselho de Administração de elevação do capital social em R$ 4 bilhões. Assim, o capital do segundo maior banco privado do país passará para R$ 79,1 bilhões. O Conselho Fiscal deu parecer favorável.

O Bradesco fará bonificação em ações com a capitalização de fração das “Reservas de Lucros”, com bonificação de 10% em ações. Para tal, serão emitidas 806.382.972 ações nominativas-escriturais. A distribuição, “gratuita”, será na proporção de 1 nova ação para cada lote de 10 de mesma espécie do titular.

Em mesmo dia, mas, em AGO (assembleia anual), os acionistas do Bradesco examinarão as contas que irão para o balanço patrimonial do exercício fiscal de 2019. Elas foram aprovadas pelo Conselho Fiscal no dia 4, após análise dos pareceres dos auditores independentes e relatórios do Comitê de Auditores do Bradesco.

BV Leasing vai para B3

A Votorantim Finanças e o Banco do Brasil solicitaram à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o registro de companhia aberta para a controlada BV Leasing – Arrendamento Mercantil S.A. Ou seja, passará a ser listada na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão).

O diretor de Relações com Investidores da BV Leasing, Rodrigo Tremante, destaca que foi pedido o registro de distribuição pública de valores mobiliários. E, portanto, que a empresa realizará “potencial oferta de distribuição primária e secundária de certificados de depósito de ações de emissão do Banco BV”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.