Bradesco prevê recuperação do grau investimento em 2020

  • por | publicado: 20/11/2019 - 23:41 | atualizado: 21/11/2019 - 00:47

Presidente do Bradesco, Octávio de Lazari, acredita que país irá recuperar o grau de investimento em 2020. E aposta em potencial para da Bolsa atrair até US$ 150 bilhões - Foto: Reprodução/ Bradesco

Presidente-executivo do Bradesco, Octávio de Lazari, acredita que seja possível recuperar o grau de investimento junto às agências de rating em 2020. E consolidou seu prognóstico apontando potencial no mercado de Bolsa para atração de até US$ 150 bilhões para investimentos de capital estrangeiro.

O Brasil perdeu o grau de investimento, ou seja, o status de bom pagador no mercado internacional, em 2014. Naquele ano, caiu de BBB- para BB+, no ranking da S&P. Depois, em mais duas quedas, chegou, em janeiro de 2018, em BB-. A trajetória se repetiu com as agências Fitch e a Moody’s.

Bradesco CEO Forum

Octávio de Lazari, que preside o maior banco privado do Brasil, fez suas projeções, conforme relatou o jornal “Valor Econômico”, durante o “Bradesco CEO Forum”, em Nova York, realizado nesta quarta (20/11).

Até 2022, BNDES pagará R$ 200 bi

Em mesmo evento, em Nova York, o diretor-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, admitiu que, até o final do Governo Bolsonaro, o banco deverá liquidar R$ 200 bilhões junto ao Tesouro Nacional.

Neste exercício, as devoluções do BNDES somarão R$ 126 bilhões. A assessoria destacou que, até setembro, o banco pagou ao Governo R$ 4,9 bilhões em dividendos, e, ontem, outros R$ 4,6 bilhões.

#Bradesco #OctávioDeLazari #BNDES #TesouroNacional ##BradescoCEOForum #GustavoMontezano #SeP #Fitch #Moodys #NovaYork #Bolsa #AgênciaDeRating #GovernoBolsonaro

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.