Copel concluiu compra de usinas eólicas por R$1,86 bi

  • por | publicado: 30/11/2021 - 21:21

O Complexo Vilas dá à Copel capacidade 920 MW em geração eólica no Rio Grande do Norte - Foto: Voltalia/Divulgação

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) concluiu nesta terça (30/11) a compra do parque de geração do Complexo Eólico Vilas, instalada em Serra do Mel (RN). Com capacidade geração para 186,7 megawatts (MW), pertencia, até então, à francesa Voltalia Energia do Brasil S.A. O negócio finalizou em, portanto, R$ 1,086 bilhão.

As empresas iniciaram as negociações de transferência das usinas em maio. Mas, na época, as bases eram de R$ 1,059 bilhão. Copel e Voltalia estipularam a data de hoje para conclusão das tratativas, que dependiam, porém, de aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Copel atinge 920 MW eólicos no RN

O Complexo Vilas, dividido em cinco unidades, elevou, então, para 920,22 MW a geração eólica da Copel no RN.

A Copel tem matriz energética com capacidade para geração de 6.393 MW, ou seja, 3% da capacidade do país. Opera 43 usinas.

Maior complexo UFV do mundo

Em setembro, a Voltalia anunciou o início da construção do maior complexo de geração solar do mundo: 320 MW. Estas UFVs ficarão também em Serra do Mel: Serra do Mel 1 e 2.

A previsão é a de que o empreendimento passe pela fase de comissionamento dos equipamentos no 1º semestre de 2022, portanto, em pré-operação. Copel e a Braskem, maior produtora de polietileno da América Latina, firmaram contratos de compras da energia dessas usinas.

O novo empreendimento da Voltalia está inserido, portanto, ao sistema Serra Branca. Este é registrado como o maior complexo eólico e solar do planeta. Em setembro, os parques em operação somavam de 2,4 gigawatts (GW).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments