Fapemig oferta no exterior domínio em microbiologia

  • por | publicado: 9/12/2021 - 15:21 | atualizado: 10/12/2021 - 17:10

Fapemig, agente do Governo de Minas, financiou a UFMG com base na Lei da Inovação - Imagem: Divulgação

A Fapemig, em parceria com a UFMG, abriu edital para oferta de tecnologia para licenciamento de direitos de novos conhecimentos. Essa licitação publica é para uso de bactéria Clostridium difficile na prevenção de infecção. O título do edital é: “Uso de linhagem não-toxigênica de bactéria para prevenção da infecção e/ou colonização por Clostridium difficile (…)”.

Esse domínio, entretanto, é compartilhado com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), surgiu no guarda-chuva da Lei de Inovação. A licitação, porém, é de âmbito internacional.

Entre as variadas literaturas que tratam a infecção, está a seguinte informação: “Clostridioides (C.) difficile é a causa mais comum de diarreia infecciosa associada a antibióticos (DAA)”. Leia AQUI.

Fapemig repassará direitos amplos

O Edital conjunto UFMG-Fapemig salienta que esse licenciamento será amplo. “(…) com exclusividade, no Brasil e no exterior, dos direitos para uso, desenvolvimento, industrialização e comercialização da tecnologia consubstanciada no know-how (…)”.

Pela universidade, a área responsável é a Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT). A CTIT, portanto, é que receberá as propostas. Os interessados podem, então, encaminhar propostas até às 17h de14 de janeiro de 2022.

Funed: purificação de toxinas

A Fundação Ezequiel Dias (Funed), importante centro de laboratórios e de pesquisas, de Belo Horizonte, prorrogou a parceria com a Allegro Biotecnologia Ltda. Essa trabalho, em P,D&I, visa a “padronização de processo de produção e purificação de toxinas obtidas a partir do cultivo de bactérias do gênero Clostridium, especificamente neurotoxinas tetânica e botulínica”. Amparada no contrato denominado “Plano de Trabalho 7”, as partes seguem juntas, portanto, por mais dois anos, a contar de 07/12. Funed é vinculada à Secretária de Estado de Saúde de Minas Gerais.

Unimontes aprimora cultivo microbiano

A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) investirá R$ 1,980 milhão na aquisição de equipamento para sistema de cultivo microbiano. Será empregado no “desenvolvimento de processos microbianos polivalentes e pesquisa de proteínas recombinastes”. Essas proteínas resultam de processos biotecnológicos. O fornecedor do equipamento é a Dafra Tecnologies Instrumentação Analítica e Científica Ltda.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Covid-19: Fapesp fábrica e biobanco do Butantan

Brasil tromba com norma de desenvolvimento da OCDE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments