Gontijo e Cometa não conseguem barrar concorrência

  • por | publicado: 22/10/2020 - 12:21 | atualizado: 26/10/2020 - 11:55

Gontijo perdeu para Guerino Seiscento - Foto: Divulgação

Empresas de peso, Gontijo e Cometa no transporte rodoviário interestadual de passageiros foram derrotadas nas tentativas de barrar abertura de mercados para concorrentes. Ao todo, 15 empresas tiveram negados, pela ANTT, na reunião do dia 03/10, pedidos de impugnação em processos de 31 “partidas”. Essas licenças são para linhas em estados do Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

A decisão foi da Superintendência de Serviços de Transporte Rodoviário de Passageiros, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT – Ministério da Infraestrutura). Assim, portanto, obtiveram Licença Operacional (LO) a Guerino Seiscento Transportes (2), Viação Águia Branca e Unesul de Transporte.

Cometa, do Grupo JCA, também não foi atendida pela ANTT – Foto: Cometa/Divulgação

Gontijo e a Viação Cometa (Grupo JCA – Cometa, Expresso Sul, 1001 e Catarinense) foram derrotadas em dois pedidos de LO da Guerino. A Viação Águia Branca e a Unesul, por exemplo, venceram a Expresso Guanabara (Grupo Guanabara).

Lei aqui íntegra das portarias da ANTT: DOU 20/10/2020, páginas 51 e 52.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments