Governo Zema faz “pesquisa” em ética com FDC

  • por | publicado: 17/05/2023 - 12:42

Governadores sempre atravessaram suas contas no TCE. Imagem ilustrativa da sede do Governo de MG, na Cidade Administrativa - Crédito: Gil Leonardi/Divulgação da Imprensa Gov MG

O Governo Romeu Zema (Novo), via Controladoria-Geral do Estado de Minas Gerais , busca conhecimentos de governança e ética junto à Fundação Dom Cabral (FDC). A instituição está entre as maiores escolas de formação de gestores das Américas.

A Controladoria firmou “acordo de cooperação técnica” com a FDC nos seguintes termos: “Mútua cooperação para a realização de pesquisa e o desenvolvimento de ações relacionadas com o fomento da Ética, da Integridade Pública e da Boa Governança, conforme Plano de Trabalho”.

MATÉRIA RELACIONADA:

Comitê de Auditoria cobra transparência na Copasa

O acordo Governo Zema-FDC é por um ano e começa a valer nesta quarta (17/05). A “cooperação” terá duração de um ano.

Fapemig e a internacionalização das entidades de P,D&I

O Governo de Minas Gerais sempre caminha descalço em deserto quanto o assunto é manutenção de ações práticas de incentivo à tecnologia aplicada à indústria.

Mesmo assim, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), mantida pelo orçamento do Estado, persiste no cumprimento de seu papel estatutário. E, portanto, nessa trajetória, acaba de lançar o Edital para “Fomento à Internacionalização das ICTMGs“, dedicado aos centros de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica (P,D&I).

A partir de hoje, pois, começa a correr o prazo para apresentação de propostas para obtenção de suporte financeiro. Com tratamento pomposo, o edital é um convite às “Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação do Estado de Minas Gerais – ICTMGs”. Prazo para submissão das propostas se encerra em 16 de agosto próximo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments