Novo Ideal leva alegria ao Córrego do Feijão

  • por | publicado: 28/05/2023 - 14:25 | atualizado: 05/06/2023 - 15:29

Jogadores do Novo Ideal, do Córrego do Feijão, comemoram o título de 2023 - Crédito: Reprodução/YouTube

O time de futebol amador Novo Ideal, do Córrego do Feijão, arraial da tragédia (270 mortos), em 2019, se sagrou campeão da Copa do Interior de Brumadinho 2023, neste domingo (29/05). No tempo normal, o Novo Ideal empatou por 1 a 1 com o Coronel Eurico, do arraial de mesmo nome. Mas, nas cobranças de pênaltis, venceu por 6 a 5.

A partida, pela manhã, foi no estádio Ernestão, em Brumadinho.

Os gols, no período normal, ocorreram no 1º tempo. O Novo Ideal saiu na frente. Jobinho (10) marcou aos 23 minutos. Entretanto, mesmo com o adversário criando melhores chances, dez minutos depois, Natan (10), do Coronel Eurico, empatou, em cobrança de pênalti.

Os dois times aproveitaram as primeiras cinco cobranças dos pênaltis. Mas, momento interessante veio na segunda fase. O goleiro do Novo Ideal, Diogo, depois de defender duas vezes, converteu e garantiu o título para o povo do Córrego do Feijão.

A partida foi até bonita de se ver. Mas, no 2º tempo do jogo, o juiz expulsou um jogador de cada time por faltas cometidas.

Melhor do jogo perdeu pênalti; goleiro marcou e virou herói

O Novo Ideal já foi campeão da 2ª Divisão de Futebol Amadora. Agora compete na 2ª. O Coronel Eurico, por sua vez, buscava o bicampeonato.

Troféu e placas que o Novo Ideal levou para o Córrego do Feijão Crédito: Reprodução/Redes WhatsApp

Duzinho, zagueiro do Coronel Eurico, foi eleito o melhor em campo, em escolha da equipe da Rádio Regional FM, uma das emissoras que transmitiram o jogo.

Entretanto, na fase decisiva dos pênaltis, o goleiro Diogo defendeu a cobrança de Duzinho. O arqueiro do Novo Ideal saiu do gol, foi para cobrança e marcou. E, portanto, saiu do jogo consagrado como herói do título.

Obra do Parque-Território Córrego do Feijão – Crédito: Fotos Arquivo do ALÉM DO FATO

Novo Ideal leva um pouco de alegria ao arraial da tragédia da Vale

Obra do Parque-Território Córrego do Feijão – Crédito: Fotos Arquivo do ALÉM DO FATO

Os moradores do arraial Córrego do Feijão estão, então, em festa. Um momento de certo alívio na dor que as famílias carregam desde 25 de janeiro de 2019. Naquele dia, se rompeu a barragem de rejeito de minério de ferro B1 (levando outras duas de contenção), na Mina Córrego do Feijão.

A B1 fica no alto da serra do Pico Três Irmãos, dentro do complexo da pertencente à Vale S.A. Os militares do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMM) ainda fazem buscas por três corpos.

Cena urbana no Córrego do Feijão após a tragédia de 2019 – Crédito: Arquivo do ALÉM DO FATO

Veja aqui sobre obras de “reparação” do Projeto Território-Parque Córrego do Feijão, encomendado e executado pela Vale.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments