Qatar Airways recebe mais três cargueiros Boeing 777

  • por | publicado: 2/01/2021 - 16:47

Com encomenda da Qatar Airways, Boeing fez a 200ª entrega do jato 777 cargueiro - Foto ilustrativa/Boeing Company

Boeing Company comunicou ontem (01/01) a entrega da 200ª aeronave Boeing 777 Freighter Cargo. A unidade histórica figurou na entrega tríplice do modelo à Qatar Airways.

Com os três cargueiros, a Qatar Airways passou a ter uma frota de 24 dessas aeronaves, além de dois 747-8. Portando, a companhia árabe se posiciona entre as principais do mundo em carga aérea. Com hub em Doha, opera rotas para mais de 60 destinos.

A Boeing destaca dois itens na ficha técnica do modelo 777:

  • autonomia pode voar 4.970 milhas náuticas (9.200 km);
  • transportar carga útil de 224.900 libras (102.010 kg).

A enorme autonomia, completa a companhia norte-americana, se traduz para as companhias em “economia significativa (…), pois, menos paradas reduzem as taxas de pouso, congestionamento, custos de manuseio de carga e tempos de entrega”.

Boeing informa que, desde 2005, recebeu 242 pedidos para 777 cargueiro. E que, portanto, figura como o mais vendido da categoria pela empresa.

A companhia lidera no mercado em aeronaves de carga aérea. Afirma que seus aviões ocupam, por exemplo, mais de 90% da capacidade de cargueiros dedicados no planeta, somando a produção e “cargueiros convertidos”.

Boeing alterou produção

Todavia, em junho passado, em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Boeing anunciou a redução na produção combinada 777/777X.

Além disso, entre os vários negócios afetados da empresa, em 2020, está o cancelamento de formação de joint venture com a Embraer. Seria uma fusão envolvendo US$ 4,2 bilhões. Todavia, a norte-americana alegou também pendências não solucionadas pela Embraer. Mas, teve, na verdade, enorme peso fracassos modelo super jato comercial Boeing 737 MAX. Foram dois acidentes com centenas de mortos.

A Boeing é a maior do mundo na indústria aeronáutica.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments