Tata Motors compra os 49% da Marcopolo em joint venture

  • por | publicado: 17/12/2020 - 08:28

Ônibus urbano Tata Marcopolo produzido na Índia -Foto: Divulgação/Tata Motors Motors

Marcopolo S.A, maior fornecedor de carrocerias de ônibus do país, vendeu sua fatia de 49% na joint venture Tata Marcopolo Motors Ltd., na Índia. Receberá US$ 13,5 milhões. Todavia, no comunicado, de ontem (16/12), a empresa acrescenta que firmou com a Tata Motors Ltd. licenciamento temporário da marca.

Por conta do vínculo da marca que permanecerá no mercado, a Marcopolo receberá royalties. O contrato remanescente, porém, será pelo período de três anos.

Mas, as partes manterão vínculos em desenvolvimento de tecnologias em carrocerias. Portanto, manterão ativos “serviços de consultoria técnica”.

O fim da fase de montagem na Índia foi decisão do Conselho de Administração da Marcopolo. As novas relações Marcopolo-Tata, todavia, dependem do aval dos respectivos sócios.

Porém, a decisão da empresa de Caxias do Sul (RS), em relação à Índia, parece seguir a estratégia adotada há algum tempo no país. A Marcopolo, segue, é bom lembrar, fechando plantas no Brasil, desde 2016.

Mas, claro, as novas posturas, em 2020, levam em conta mudanças de mercado. Como por exemplo, novas relações por conta os estragos causados na economia global pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Taurus chegando lá

Todavia, enquanto uma empresa gaúcha sai da Índia, outra chega. A Taurus Armas, de São Leopoldo, segue com cronograma de implantação de fábrica no país asiático.

Taurus, por sua vez, será alavancada pelo complexo siderúrgico Jindal Group. Também com participação de 49%.

A exemplo da Marcopolo, Taurus é listada na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Edilson Soares

Marcopolo melhor carroceria de transporte coletivo e carroceria intermunicipal, sendo a segunda maior empresa do mundo em fabricação ônibus, mesmo com grande concorrência e mercado reduzido pela pandemia, mercado de ônibus vem reduzindo no mundo todo, principalmente com empresas de aplicativos, cada dia ganhando espaço nas estradas e no mundo, Caio e as outras tbm, estão mesma dificuldades da Marcopolo, futuro de ônibus, será reduzido pela metade nos próximos 20 anos ou menos.