União dobra capital da Telebras para R$ 3,1 bilhões

  • por | publicado: 2/10/2019 - 07:07

A Telebras é gestora de satélite que melhora o acesso e qualidade da internet no Brasil, fatores importantes desde o comércio de varejo do interior aos centros de pesquisas. Foto: Ilustração/Telebras

A União corre na contramão daquilo que exige dos Estados, que privatizem suas estatais. É o caso da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) Telebras – Telecomunicações Brasileiras, convocada para o dia 31. Por decisão do Governo, a empresa praticamente dobrará o capital social. A União fará um aumento de R$ 1,512 bilhão, mediante capitalização de créditos seus na companhia. O capital social, então, saltará de R$ 1,594 bilhão para R$ 3,107 bilhões, aumento de 94,91%.

Essa alteração do capital será com emissão de emissão de 10.184.492 de ações ordinárias e, 8.074.780 de ações preferenciais, todas nominativas, na forma escritural e sem valor nominal. A Telebras fixou a subscrição (privada) em R$ 117,59 por ação ordinária, e, de R$ 39,02, para as preferenciais.

União também fixará capital autorizado

A mesma AGE fará constar no Estatuto Social a referência do capital autorizado, de R$ 1,3 bilhão, diz nota da companhia à B3 – Brasil, Bolsa, Balcão. A Telebras está vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC).

Mas está muito longe de lembrar a relevância antiga holding do setor das telecomunicações, antes da desestatização das teles e quando era uma blue chip nas Bolsas de Valores (Bovespa e Boverj). Hoje a empresa se identifica de forma genérica, que, na estrutura de Governo, pode ser facilmente substituída pela iniciativa.

“Desenvolve continuamente uma gestão com foco em resultados, mediante o emprego de infraestrutura tecnológica moderna e de processos baseados nas melhores práticas existentes no mercado. Prova disso é a ampliação de sua rede de fibras ópticas, que passou de 1.100 km, em 2011, para 30.000 km, em 2018. Somou-se a essa evolução o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), cujo papel é essencial para a universalização da banda larga no Brasil”. É o que a Telebras de hoje coloca de relevante no “institucional” de sua página na internet.   

#Telebras #SGDC #AumentoDeCapital #Privatização #MCTIC     

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
800
Categorias:
Economia