Usiminas capta R$ 700 milhões para reformar dívida

  • por | publicado: 19/04/2022 - 19:29 | atualizado: 20/04/2022 - 14:37

A Usiminas antecipará pagamentos de captações autorizadas em 2019 - Crédito: Usiminas/Divulgação

A Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais (Usiminas), de Ipatinga (MG), fará captação de R$ 700 milhões, via emissão de debêntures simples não conversíveis em ações. Está será, portanto, a 8ª emissão, via 700 mil debêntures de R$ 1 mil cada.

Os recursos líquidos a companhia aplicará na antecipação de pagamento parcial da 7ª emissão – de R$ 1,267 bilhão e R$ 733 milhões. A oferta, em duas séries, também com esforços restritos de distribuição (já definido o investidor). O Conselho de Administração da Usiminas aprovou a emissão nesta terça (19/04).

Nesta nova captação, porém, os vencimentos serão em cinco anos, a contar das datas das ofertas – 23 de maio de 2027 e 23 de maio de 2029. Portanto, de prazos mais longos que na 7ª emissão, de quatro anos – 30 de setembro de 2023 e 30 de setembro de 2025.

Em 2019, pagou os grandes bancos

Os recursos da captação autorizada em 2019 foram destinados à liquidação de dívidas de financiamentos junto ao Banco do Brasil, Itaú e Bradesco. Eram, portanto, débitos em Cédulas de Crédito Bancário (CCB) e Nota de Crédito à Exportação (NCB) emitidas contratados entre 2014 e 2016.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Usiminas apurou lucro 679% superior

A Usiminas apresentou o balanço patrimonial consolidado de 2021 com R$ 33,736 bilhões em receitas de vendas de produtos siderúrgicos e serviços. Portanto, salto nominal de 109,7% na comparação com 2020. As receitas incluem também a extração de minério de ferro, para consumo e mercado.

Mas, o salto extraordinário, mesmo, foi na rubrica do lucro líquido: de 679,1%, indo para R$ 10,059 bilhões. Na conta do patrimônio líquido, a siderúrgica lançou R$ 24,358 bilhões, ou seja, com aumento de 44,6%.

Em 2021, a siderúrgica consolidou na mineração novo método na destinação de rejeitos.

MATÉRIA RELACIONADA:

Debêntures incentivadas batem recorde em 2021 com a captação de R4 47,2 bilhões

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments