Eduardo Bolsonaro diz que sentiu “nojo” e “asco” pelo comportamento da deputada Joice Hasselman

  • por | publicado: 20/10/2019 - 01:24 | atualizado: 22/10/2019 - 23:55
Deputada Joice Hassalman e Eduardo Bolsonaro, ambos do PSL de São Paulo, ajudam a manter crise no partido. Fotos - Agência Câmara

Deputada Joice Hassalman e Eduardo Bolsonaro, ambos do PSL de São Paulo, ajudam a manter crise no partido. Fotos - Agência Câmara

Na noite de ontem, enquanto o presidente Jair Bolsonaro embarcava rumo ao Japão para uma viagem de dez dias na Ásia e Oriente Médio, seu filho Eduardo, deputado federal, fazia uma live no Facebook para falar da crise no PSL E dá-lhe mais combustível para manter o incêndio na legenda.

Sobre a deputada Joice Hasselman, que foi destituída da liderança do governo por Bolsonaro, Eduardo disse que ela “quebrou a confiança do presidente” quando correu a noite de quarta-feira coletando assinaturas para manter o Delegado Waldir na liderança do PSL na Câmara. O presidente Bolsonaro queria na liderança exatamente o filho Eduardo.

“Existe alguma possibilidade de confiar nessa pessoa? É óbvio que não. Ela quebrou a confiança do presidente”, afirmou. Em outro trecho da live, ainda se referindo à deputada: “A Joice segue na mesma linha [de deputados que estão criticando o presidente]. Coloca em xeque o presidente. Dá nojo, dá asco.,, É de enojar.

Sobre os deputados do PSL que decidiram comprar briga com o presidente, Eduardo disse:

“Eles [os deputados] ganham em torno de 33 mil reais por mês. O que mais essas pessoas querem? Essas pessoas que agora falam que foram tratadas como cachorros, essas pessoas que falam que o presidente não as atende em nada. Por que elas estão se irritando com o presidente Jair Bolsonaro? Por que agora apoiam Delegado Waldir? [líder do PSL na Câmara], questionou.

Mais cedo, também em suas redes sociais, a deputada Joice já tinha colocado mais lenha na fogueira. Disse que sempre foi uma voz crítica no Palácio do Planalto e que um parlamentar representa o povo e, portanto, “não pode ser usado para atender ao capricho dos filhos mimados”.

Como não parece ter nenhum bombeiro disposto a apagar o incêndio que tomou conta do PSL nos últimos dias, a crise tende a continuar.

Relacionadas

Major Olímpio diz que Bolsonaro é vitima de armadilha dos filhos e de advogados

Bolsonaro põe fogo no PSL, é derrotado 2 vezes e destitui a própria líder

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.