Líder do Novo acusa Kalil de “crime eleitoral” e é rebatido por líder

Reprodução site da Câmara de BH

Um dos líderes da oposição e do partido Novo na Câmara de Belo Horizonte, o vereador Mateus Simões fez duras críticas ao prefeito Alexandre Kalil (PSD) em discurso inflamado. Após tomar conhecimento de notícia postada pelo site Além do Fato, na qual o prefeito assume que será candidato à reeleição no ano que vem, Simões o acusou de “crime eleitoral” porque estaria usando dinheiro público para sua própria reeleição.

“Não foi preciso nem juntar provas. O próprio prefeito de Belo Horizonte já confessou as suas intenções. Alexandre Kalil, que ficou 30 meses sem realizar uma obra relevante sequer de infraestrutura na cidade, vai torrar R$ 2 bilhões para garantir a própria reeleição”, apontou Simões, invocando ainda o Ministério Público de Contas do Estado a tomar as providências cabíveis.

Ainda em seu discurso, o vereador classificou as intenções de Kalil de “canalhice” e “política rasteira”. “Não precisa de fundo eleitoral em BH, o prefeito fez uma caixinha com dinheiro público para fazer campanha para si mesmo. Isso é canalhice, uma vergonha e um crime”.

Assista aqui ao vídeo com o discurso de Matheus Simões

Kalil diz ao Além do Fato que será candidato à reeleição

Já o líder do governo na Câmara, vereador Léo Burguês (PSL), estranhou a reação do oposicionista de reclamar das obras. Segundo Burguês, o prefeito está conseguindo fazer uma boa gestão apesar da crise econômica do estado e do país e da retenção dos repasses do governo do Estado a Belo Horizonte e aos demais municípios mineiros na área da saúde e outras.

“O vereador Mateus Simões foi eleito vereador para defender a cidade e não para ser assessor do  governador. Não o vi, em nenhum momento, defender junto ao governador Romeu Zema, que é do mesmo partido, para devolver a Belo Horizonte os R$ 100 milhões que não repassou para a saúde da cidade”, cobrou o líder do governo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments