Presidente sai em defesa de Moro ao comentar mensagens da Vaza Jato

Presidente Jair Bolsonaro sai em defesa do seu ministro da Justiça, Sérgio Moro. Foto - Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro sai em defesa do seu ministro da Justiça, Sérgio Moro. Foto - Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro voltou a sair em defesa do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao comentar, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, publicada hoje, as mensagens da Vaza Jato, que vêm sendo divulgadas pelo site The Intercept Brasil, Folha de S. Paulo e revista Veja.

“É fazer justiça, não é proteção. Quer ver uma coisa? É um crime invadir o celular dos outros. Assim com é um crime roubar um carro. Agora, se alguém rouba um carro e vende o carro, quem recebe está praticando crime de receptação. Eu entendo da mesma maneira”, afirmou.

As mensagens que estão sendo divulgadas pelo Intercept desde 9 de julho foram obtidas de uma fonte anônima e mostram uma série de irregularidades que o juiz Sérgio Moro e o chefe da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, teriam praticado em ações da operação.

Os envolvidos e o governo alegam que as informações foram obtidas de forma ilícita e, portanto, não poderiam ser consideradas. Mas os veículos que divulgam as informações afirmam que o importante é o conteúdo das mensagens e que sua divulgação está protegida pela Constituição.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
9 5
Views:
145
Categorias:
Política

All Comments