Zema contrata táxi aéreo por R$ 1,9 mi após vender avião por R$ 2,2 mi

  • por | publicado: 2/10/2019 - 17:14 | atualizado: 3/10/2019 - 11:57
Governador Romeu Zema torce para que decisão do Supremo, que pode sair hoje à tarde, alivie as contas do governo. Foto: Omar Freire/Imprensa MG

Governador Romeu Zema Foto: Omar Freire/Imprensa

O Gabinete Militar do governador Romeu Zema (Novo) prorrogou dois contratos com empresas de táxi aéreo para prestar serviços ao estado. O total dos dois contratos soma R$ 1.912 milhão. Um deles, com duração de 12 meses, no valor de R$ 1.832 milhão, foi renovado com a Sociedade Empresária Tam – Avião Executiva e Táxi Aéreo S/A. O outro foi celebrado com a Líder Táxi Aéreo por R$ 79,2 mil pelo período de quatro meses, até 31 de dezembro. Ambos foram reajustados por 3,22%. Foram assinados pelo subchefe do Gabinete Militar, Ten. Cel. Helvécio Fraga dos Santos, entre outros.

De acordo com o governo, os contratos destinam-se à prestação de serviços de inspeção e manutenção, com aplicação de peças/componentes para a aeronave CESSNA 650 Citation VII, prefixo PT-MGS. E aos serviços aeroportuários e de fornecimento de comissária, quando em operação fora da base de Belo Horizonte.

“Sem esses contratos, por força de normas aeronáuticas, torna-se impossível a manutenção do portfólio de serviços aéreos do Estado nas áreas de saúde, segurança pública e defesa civil”, diz a nota do governo.

Transporte de órgão para transplante

Em um trabalho conjunto com o MG Transplantes, por exemplo, o Gabinete Militar do governador oferece, gratuitamente, transporte aéreo de órgãos e tecidos a serem transplantados. O serviço funciona 24h por dia, como forma de realizar operações otimizadas para salvar vidas.

Desde o início do ano, as aeronaves King Air B200, Citation VII e Dauphin N3 deram apoio no transporte de órgãos em diferentes regiões de Minas Gerais: Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro; Patos de Minas, no Alto Paranaíba; Divinópolis no Centro-Oeste; Ouro Preto, Diamantina, Curvelo e Barbacena, na região Central; Montes Claros, no Norte; Manhuaçu, Juiz de Fora, Ubá, Goianá e Ponte Nova, na Zona da Mata; Ipatinga, no Vale do Aço; Alfenas, Passos e Itajubá, no Sul de Minas.

Aeronave vendida

Em fevereiro deste ano, Zema anunciou, em suas redes sociais, o leilão de um avião da frota do governo do estado. Na postagem com uma foto do avião, ele destacou a venda como o início do fim da “farra” do uso de aviões no estado: “A farra dos voos em Minas vai acabar. Já coloquei à venda o primeiro avião da frota aérea que serviu aos ex-governadores do Estado”, diz o texto.

Segundo a publicação, o jato era “muito usado, mas bem conservado”. O avião é do modelo Learjet 35A. O lance inicial pedido no leilão pelo governo é de R$ 2.226.700 e foi vendido por R$ 2.226,710,0.

Na campanha eleitoral, Zema foi crítico do uso de aeronaves por seus antecessores. O governador chegou a anunciar a venda de todas as sete aeronaves do estado, utilizadas pelo governo. Segundo Zema, a medida era para acabar com a “farra no uso das aeronaves” em governos anteriores. Mas o governo reviu a posição inicial, reconhecendo que os voos por aeronaves próprias eram mais econômicos do que os comerciais ou contratados.

Leia nota do governo sobre os contratos:

Para viabilizar o transporte aéreo com ativos patrimoniais do Estado é essencial a conservação de alguns serviços. Dentre eles destacamos: a manutenção, o seguro, o combustível e o serviço aeroportuário.
Ressaltamos que não existe na atual gestão contrato vigente de fretamento de aeronave ou de táxi aéreo. Os contratos antigos do Estado não foram renovados e já expiraram
.

O objeto dos contratos mencionados na matéria em nada se assemelham a fretamento de aeronaves. Um deles destina-se a prestação de serviços de inspeção e manutenção aeronáutica para aeronave da frota orgânica do Estado e outro a serviços aeroportuários quando em operação fora da Base de Belo Horizonte.

Manutenção e serviços aeroportuários

Diferentemente do que publicado na matéria, os termos aditivos dos contratos questionados permitem despesas com serviço até a ordem de R$900.585,30 (novecentos mil, quinhentos e oitenta e cinco reais e trinta centavos) para manutenção de aeronaves e de R$ 79.245,06 (setenta e nove mil, duzentos e quarenta e cinco reais e seis centavos) para serviços aeroportuários.

Já com relação aos reajustes, os preços dos serviços são reajustados na periodicidade prevista na legislação vigente, utilizando-se a variação do IPCA, após justificada comunicação ao Contratante e do aceite dele.

Leia mais no site Além do Fato

Zema diz que só apaga incêndio e que até usa ‘seu jatinho’ contra o crime

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
68 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roger Machado

kkkkk.. tem que rir..

Muto blá blá bla´… quero ver se vai postar no Linkedin….

Francisco Castelo

Economizou por baixo uns 300k. Fora os custos de manutenção e de combustível

X1301120415

Ano que vem perde o valor do avião vendido pagando aluguel de táxi aéreo… Jênio!

Rafael BezerraDo O

Não, seu analfabeto!! Leia a merda da matéria direito!! O avião que o Zema vendeu era para uso exclusivo do governador, para deslocamento. Esse contrato foi RENOVADO, já existia, não é um gasto adicional, e é para serviços de saúde, segurança e defesa civil. A própria matéria cita que o avião é usado para transporte de órgãos para transplante. Volta pra escola e aprende a ler!

X1301120415

A matéria diz de um contrato renovado e outro novo. Analfabeto é quem chama.

Rafael BezerraDo O

Ambos os contratos são para serviços públicos!! O que o Zema vendeu era exclusivo pra deslocamento do governador. A venda não tem nada a ver com o contrato feito. Não é substituir o que ele vendeu por aluguel. Leia com atenção essa merda.

X1301120415

Reportagem de 19/04/19 “crítico de farra, Zema faz 1 viagem aérea a cada 5 dias” sem revelar gastos.
Tá gastando sim! ler a matéria não é só ler o texto atual, mas ler o contexto de todos os outros dados.

Rafael BezerraDo O

E o que diabos essa matéria de abril tem a ver com esse contrato da matéria do Uai? Nada.

X1301120415

Vai ser burro lá longe! Tratam do mesmo assunto! Ou o avião do governador no UOL é diferente do avião do governador no UAI?

Rafael BezerraDo O

Sim, são aviões para usos diferentes. O que o governador vendeu era pra uso exclusivo do governador, o contrato RENOVADO é de um avião para serviços públicos.

peppeu

Leia a matéria, caro quadrúpede. Vc caiu no golpe da chamada falsa de matéria.

X1301120415

Um contrato renovado e outro novo, pra substituir o avião vendido. O próprio Zema cancelou as outras vendas percebendo que é negócio ruim alugar. Quadrúpede é quem lê tudo e só entende o que está de acordo com a própria opinião.

peppeu

Vou te dar uma nova chance de reler a matéria e entender o que foi escrito. Se for facilitar, leia fazendo um resumo.

X1301120415

Reportagem de 19/04/19 “crítico de farra, Zema faz 1 viagem aérea a cada 5 dias” sem revelar gastos. Ler a matéria não é só ler o que está escrito em um só texto, mas ler o contexto de todos os dados e fatos relacionados.

peppeu

Isso mesmo, amiguinho. Você leu também que ele usa avião particular, com recursos próprios, em grande parte das vezes, né? Viuvinha do Pimentel.

X1301120415

Continue sendo gado e seja feliz.

peppeu

Gado, fascista, bozo, bolsominion…. zzzzzzzzzz, que pregui, man. Eu poderia pedir que ao menos fosse honesto do ponto de vista intelectual, mas vi que isto seria inútil.

Thiago Galdino

. Mas o governo reviu a posição inicial, reconhecendo que os voos por aeronaves próprias eram mais econômicos do que os comerciais ou contratados.

Neem

Que matéria dúbia e mal feita, se quiserem fazer uma critica ou denuncia, façam o serviço direito, associaram uma coisa com outra totalmente sem sentido.

Sr-Sra Neumann

Verdade, a materia é tendenciosa e uma coisa nao tem nada a ver com a outra. Quem nao lê o texto completo acha um absurdo.
Mas governador fez o certo: vendeu um jatinho que seria usado por politicos.
Agora renovou o contrato de aluguel de duas aeronaves para serem usadas no sistema de saude e na segurança publica.

Buggs!!!!!

Mas foi feita… mais uma vez ele não cumpriu o prometido. E até hj não fez nada

Manoel Raimundo

Verdade Buggs!!!!!

Sebastiao Nogueira

Continuo a dizer que o editor desse ‘alem do fato’ tem uma dor de cotovelo! O Zema está certíssimo, está trabalhando duro para melhorar o estado de Minas Gerais. Para de chorar! #novo

Thiago Galdino

Gastando mais com aluguel?

Neem

Isso não tem nada a ver com aluguel, o próprio texto desmente o que está no texto “os contratos destinam-se à prestação de serviços de inspeção e manutenção, com aplicação de peças/componentes para a aeronave CESSNA 650 Citation VII, prefixo PT-MGS. E aos serviços aeroportuários e de fornecimento de comissária, quando em operação fora da base de Belo Horizonte”, “as aeronaves King Air B200, Citation VII e Dauphin N3 deram apoio no transporte de órgãos em diferentes regiões de Minas Gerais” não tem nada a ver com aluguel de aeronave.

Cristiano Fernandes

Quem leu a matéria e sabe interpretar textos, foi uma renovação de um contrato, “renovação”,nada tem a ver com o avião vendido, atende demandas diferentes. Cada vez mais desisto de acompanhar esse portal Uai, deve ter perdido muito em contratos de publicidade com o governo.

Buggs!!!!!

Quem leu a matéria viu q ele disse que venderia as aeronaves e não vendeu, viu q secretários não deveriam salário é quer aumentar, viu q iria proibir jetoms para secretários e briga p ter, etc.
Realmente, estado parado e sem cumprir promessas. Otimo

Rafael BezerraDo O

Não, seu burro!! Aprende a ler, seu analfabeto! Ele vendeu um avião para uso do governador. Nesse contrato, que foi RENOVADO, que já existia, é para uso na saúde, na segurança e na defesa civil. Não é para o Zema ficar andando nele!

peppeu

Imagino que vc tenha tentado ser Zé Graça, pois não acredito que alguém seria tão burrinho assim.

Buggs!!!!!

Mas não conseguiu fazer Nada até hj. Saquei

Sebastiao Nogueira

Pagou o 13 salário atrasado, economizou 2 bilhões, está investindo em educação, reduziu as secretarias, deixou de roubar alguns bilhões. Acha pouco?

Paulo Almeida

Esse povo não tem vergonha na cara mesmo. Ficaram caladinhos com o outro não fazendo nada mesmo e nem pagando os funcionários direito … tanto não fez que o ano começou com 300 mortes por negligência dele… agora querem milagre do Zema…

elmodest

Quem fala que aluguel é caro não faz a menor ideia de como é dentro do serviço público, onde a manutenção pode chegar facilmente ser mais caro que a própria aeronave. E não poderás fazer nada. O aluguel de um único carro ou uma impressora pra sua casa e incomparável ao aluguel de uma frota ou de um parque de centenas de impressoras, só sabe quem vive diariamente isso.

Evandro Negrão de Lima Jr

Lamento pela qualidade da matéria. Fica difícil forçar a barra pra distorcer os fatos, que sempre que forem solicitados podem ser facilmente esclarecidos.

Leonardo Sá Aquino

A matéria só esqueceu de comentar que com a venda da aeronave economizou com a manutenção da aeronave, salários dos pilotos e taxas cobradas em aeroportos.

Augusto silva

Eu imagino que se eu tenho um carro e vendo, depois alugo um por um determinado tempo com o dinheiro que vendi, e ai depois que o contrato terminar? Eu vou ter que comprar ou alugar de novo? Meu dinheiro que gastei foi pro ralo?

Neem

Não meu amigo, leia o texto, o que vai acontecer não é isso, o título induz quem não lê com atenção o texto “os contratos destinam-se à prestação de serviços de inspeção e manutenção, com aplicação de peças/componentes para a aeronave CESSNA 650 Citation VII, prefixo PT-MGS. E aos serviços aeroportuários e de fornecimento de comissária, quando em operação fora da base de Belo Horizonte”, “as aeronaves King Air B200, Citation VII e Dauphin N3 deram apoio no transporte de órgãos em diferentes regiões de Minas Gerais” não tem nada a ver com aluguel de aeronave.

PX

QUEM PRECISAR LER COM MAIS ATENÇÃO É VOCÊ, PRA NÃO ESCREVER ASNEIRAS, ALIÁS, VOCÊ FEZ SUAS AS PALAVRAS DO TEXTO, SE PERDEU, E ACABOU POR REVELAR QUE NÃO ENTENDEU BULHUFAS DO QUE O “AUGUSTO” ESCREVEU. SEU SENSO DE CRÍTICA É “FURADO”.

peppeu

Aprenda primeiro a saber usar caps lock para depois vir opinar aqui, seu analfabeto funcional.

Rafael BezerraDo O

Meu caro, o Zema vendeu um avião para uso do governador. O contrato é para saúde, segurança e defesa civil. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Manoel Raimundo

Verdade Augusto silva.

Samuel

Nada Novo de Novo.

Rafael BezerraDo O

Economia de 2,2 milhões não é nada novo? Então o que seria novo?

Valdir A

A mamata acabou. Comissária, aluguel de aeronaves, venda de outra pelo valor de contrato anual de aluguel. KKK.

Rafael BezerraDo O

Leia a matéria direito, criatura. Vc entendeu nada.

Rafael BezerraDo O

E daí, Orion Teixeira? Essa notícia de algo banal e necessário se dá com qual intenção?

peppeu

Este Orion deve ter perdido alguma boquinha e fica aqui falando mentiras.

Ronaldo Campos

Não é o que está no portal da transparência do Estado de Minas. Confiram e tirem suas conclusões.
http://www.transparencia.mg.gov.br/estado-pessoal/viagens

Rodrigo Urias Machado

Pelo que está descrito na matéria as aeronaves estão prestando serviço a população. E o serviço contratado é para possibilitar a utilização das aeronaves. Portanto o título diz uma coisa totalmente diferente do que está escrito.

Leandro Madureira Spanish Engl

Dá uma passadinha no aeroporto da Pampulha pelo pátio sul no angar do governador em Belo Horizonte e você vai ver claramente o que esse ENERGÚMENO do governador está fazendo com o nosso dinheiro público. Aí você vai ter a sua resposta

Carlos Martins

Aquele hangar bonitão? kkkk lembro quando construíram ele.
Pelo menos vendeu o Lear fumaceiro e parou de alugar o Hawker da vizinha

Leandro Madureira Spanish Engl

ESSE É O PIOR GOVERNO ESTADUAL DOS ÚLTIMOS 40 ANOS DE MINAS GERAIS. NÃO INVESTE EM NADA( nem em infraestrutura, nem educação e muito menos na saúde) SOBRE O DESENVOLVIMENTO DO ESTADO. INFELIZMENTE NO SÉCULO XXI, UM ESTADO COMO O DE MINAS GERAIS NÃO TEM MAIS O A OPÇÃO DE TRANSPORTE AÉREO DO AEROPORTO DA PAMPULHA QUE FICA MAIS PERTO DOS BELO HORIZONTINOS COM VÁRIAS OPÇÕES DE VIAS PRÓXIMAS E HOTÉIS PRÓXIMOS E INCLUSIVE O METRÔ. ONDE A MAIORIA DOS ELEITORES DE MINAS PREFEREM UM AEROPORTO MAIS PRÓXIMO DE CASA DO QUE PEGAR POR MAIS DE UMA HORA DE TRAJETO PARA CHEGAR NO AEROPORTO DE CONFINS. QUE NEM METRÔ TEM POR LÁ. SERIA A MELHOR MOBILIDADE URBANA TANTO PARA CHEGAR E SAIR DE BH DO QUE CORRER O RISCO DE PERDER VÔOS DE TÃO LONGE FICA CONFINS.

Carlos Martins

Sai mais cedo que tu chega no aeroporto de Confins no horário.
E não queira saber como é trabalhar na Pampulha, qualquer coisa fecha, fica IMC, alaga, não tem espaço pro checkin direito, pátio todo limitado.

peppeu

Então vc acha o Pimentel melhor? Além de maria ainda é defensor de bandido…

Flávio Queiroz

Deixa eu entender direito, quer dizer que você vende a sua casa e aluga uma outra casa e gasta em doze meses o que recebeu da venda da casa. Agora não entendi como isso é gestão, tão alardeada na campanha eleitoral?

peppeu

Caro quadrúpede, leia a matéria com mais atenção. Grato.

Flávio Queiroz

Não fica brava menina, infelizmente a senhorita, se leu, não entendeu. Mas estou acostumado com analfabetos funcionais. É a síndrome das seitas que acreditam em ser mágico para resolver tudo.

peppeu

Boa lulista, entendi o seu momento confessional.

Bruno Adv

Esse Zema não dabe o que fazer, não tem experiência!

PX

ESSE É O GOVERNADOR MAIS FILHO DA PUTA DO BRASIL. PARABÉNS AOS “FILHOS” QUE VOTARAM NELE.

Sebastiao Nogueira

Obrigado, tenho orgulho do meu voto. #Zema sempre.

peppeu

Nao votei e não sou partidário do Zema, mas que matéria mal intencionada e irresponsável, feita com o único intuito de induzir o leitor e erro. Ô jornaLista ANALFATBETO, PQP.

Paulo de Sousa

O que esperar de um estado que elege kalil pra ser prefeito da capital, eleitor burro merece ser enganado pelos encantadores de jumentos.

Weverton Silva Rodrigues

Zema ainda não conseguiu demonstrar nada de Novo ainda. Estou esperando que o meu voto foi válido.

Nelson Cunha

A manchete é típica da imprensa marrom. Ela diz que o governador vendeu um aviao e gastou o dinheiro para alugar outro. Como a maior parte dos leitores nao lê o texto, o jornal espertamente quer deixar a impressão de que foi uma burrice. Quando se lê o texto, por sinal, mal redigido, é quando se vê que o avião vendido era o do governafor e o alugado é para transplabte de órgãos. Por outro lado, avião próprio gera despesas com salarios, peças, seguro e combustível (60% do custo).
O estado de Minas deveria vender tudo, carros e avioes. Alugar através de licitação fica mais barato.Para dar um exemplo, o Doria em SP comprou 2 mil pistolas da Glock( melhor do mundo) 3 vezes mais barato fo que a Taurus nacional. A Taurus que se vire para reduzir seus custos. Alguem vai dizer que a Taurus dá emprego no Brasil, mas é emprego pago por quem compra mais caro a pistola deles. Aumenta o salário de um com o salario do comprador da arma.

Manoel Raimundo

Quando ainda no 1º semestre o governo Zema tomou a medida de vender os aviões do Estado, eu fiz uma crítica que os custos com aviões fretados sairiam tão caros ou mais que manter a antiga forma de deslocamento. A matéria só confima o que eu já havia dito. Outras matérias reforçam esta tese: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/04/23/interna_politica,751030/zema-muda-de-ideia-e-agora-acha-que-aeronaves-sao-imprescindiveis.shtml; https://www.otempo.com.br/politica/dois-dias-apos-vender-aviao-outra-aeronave-do-estado-busca-zema-em-araxa-1.2154444.

Guto Corrêa

Pela leitura dos comentários, o mal caratismo do autor do texto e de seus editores alcançou o objetivo. Que vergonha em uai.

As aeronaves citadas são propriedades do estado e, os referidos contratos, são referentes a manutenção da aeronave e a parte operacional delas em Belo Horizonte.

Pra quem não sabe, diferente de carros, onde o dono decide se faz ou não a manutenção do mesmo, aviões e helicópteros não dão esse benefício ao seu dono.

Existe um programa de manutenção estabelecido por seu fabricante e, este tem que ser cumprido sobre pena de o avião se tornar apenas sucata caso não o seja, pois a agência reguladora fiscaliza e o mesmo fica proibido de voar caso não esteja com a manutenção em dia.

Logo, basta ler a matéria com atenção pra ver que o contrato não se trata de locação de aeronaves.

E pra vc uai, fica aqui registrado meu repúdio contra esse jornalismo tendencioso e desprovido de caráter e profissionalismo de seus funcionários.

Jonathan Sousa

Bem além do fato mesmo, beirando a psicodelia argumentativa tentando associar coisas diferentes.