Cemig resgata dívida de R$ 264 mi; caixa feito na Light

  • por | publicado: 26/01/2021 - 11:44 | atualizado: 27/01/2021 - 13:14

Parte do dinheiro com venda na Light irá para resgate de debêntures da Cemig GT. A Copasa, também estatal mineira, fura poços para abastecer Paracatu- Fotos: Arquivos/Cemig e Copasa

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) fez caixa de R$ 1,366 bilhão (R$ 1.366.592.472,56 – valor líquido) com a venda de participação no capital da Ligt S.A. E destinará, de imediato, até 20% líquidos para o resgate obrigatório antecipado de debêntures emitidas pela Cemig Geração e Transmissão S.A.

Em comunicado, desta terça (26/01), a Cemig GT informou, portanto, que fará o pagamento no dia 2 de fevereiro. Essas debêntures são da 7ª emissão da empresa. Mas, são da classe simples, ou seja, não conversíveis em ações do capital social da companhia. Têm garantia real.

O desembolso no resgate será de R$ 264 milhões (R$ 264.796.427,26). A Cemig GT é subsidiária integral da Cemig.

O valor da venda, em R$ 20,00 por ação, da participação da elétrica mineira na Light foi fixado em reunião do Conselho de Administração, no dia 19/01. A Cemig controlava, até então, 68.621.264 de ações ordinária da empresa fluminense.

Aos poucos, com alienação de ativos, Governo Zema começa a encostar naquilo que receberia líquido com venda da estatal.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

COPASA – Paracatu

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais S.A. (Copasa) busca água em “poços profundos” para abastecimento da cidade de Paracatu, no Noroeste do Estado. É preciso, então, preservar e proteger exemplarmente as águas de superfície que resta. Mas, também, antecipar medidas para águas de subsolo.

Metrominas – sem licitação

A Trem Metropolitano de Belo Horizonte S/A – Metrominas, contratará auditoria externa sem licitação pública. Será via convite. A empresa publicou, na forma de “cotação de preços – dispensa de licitação”: “… convida os interessados a apresentar proposta comercial para prestação de auditoria externa”. Os interessados, portanto, devem entregar proposta até 15h30 de 02 de fevereiro.

Objeto da licitação: “Prestação de serviços de Auditoria Externa, com parecer e Relatório sobre as demonstrações contábeis e os controles internos e Comparecimento à Assembleia Geral Ordinária da Metrominas, a ser designada, para eventuais esclarecimentos à Administração da Trem Metropolitano de Belo Horizonte S/A – Metrominas, referente ao balanço 31/12/2″, (sic).

A empresa é também estatal do Governo de Minas Gerais.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.