Consórcio Guanabara larga linha Belo Horizonte-ABC

  • por | publicado: 13/08/2021 - 11:40

A Util é a principal empresa do consórcio no Sudeste - Foto ilustrativa/Divulgação

O Consórcio Guanabara de Transportes, dona das empresas Util e Viação Sampaio, não fará mais ligação rodoviária de passageiros entre os polos metalúrgicos das regiões metropolitana de Belo Horizonte e de São Bernardo do Campo (SP). Solicitou a supressão da linha e foi atendida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Essa supressão, despachada na quarta (11/08) pela Superintendência de Serviços de Transporte Rodoviários de Passageiros, traz, entretanto, um fato curioso. Há exato um ano, o Consórcio Guanabara, do grupo do empresário Jacob Barata, aliado a outros conglomerados, impetrou pedido de impugnação na ANTT à entrada de outra concorrente naquela linha.

O alvo daquele ataque coletivo foi a Transporte Santa Maria Ltda. A ação envolveu marcas de peso como, por exemplo, Gontijo e Cometa. Mas, apesar de toda relevância, as impetrantes não tiveram êxito. Relembre AQUI.

O Grupo Jacob Barata é forte também no transporte de passageiros no Centro-Oeste e Nordeste, via Expresso Guanabara Ltda. Estão coligadas empresas como Real Expresso e Rápido Federal.

Mas, com frequência, a família Barata retorna ao noticiário fora do segmento. Recentemente, por exemplo, figurou em nova condenação na Justiça em processos sobre de corrupção. E, novamente, associada à administração pública em governos do Estado do Rio de Janeiro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments