Gerdau segue otimista e reinvestirá 58% do lucro de 2020

Gerdau eleva investimentos de 2021 para R$ 3,4 bilhões - Foto: Gerdau/Divulgação

A Metalúrgica Gerdau S.A. destinará 58,6% (R$ 512,1 milhões) do lucro líquido do exercício de 2020, de R$ 872,9 milhões, nas contas de reservas para investimentos e capital de giro. O Conselho de Administração levou a proposta à AGO, na sexta (30/04), e os acionistas aprovaram.

A decisão reforça, então, a revisão anunciada, em fevereiro, que adicionou R$ 900 milhões nos investimentos deste exercício. Dessa forma, então, a projeção passa dos R$ 2,637 bilhões para R$ 3,496 bilhões.

Metalúrgica Gerdau é holding e consolida o balanço da Gerdau S.A. Esta, por sua vez, é holding de outras empresas. Portanto, a Metalúrgica une resultados das duas principais companhias.

Na prática, com a revisão do começo do ano, a Metalúrgica e a Gerdau repõe o R$ 1 bilhão retirado dos investimentos de 2020. O corte foi consequência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Antes da pandemia se estabelecer, o grupo siderúrgico previa investir no ano passado R$ 2,599 bilhões. Mas, diante do cenário de recessão global, optou por encurtar os gastos para R$ 1,651 bilhão.

O plano trienal do conglomerado, então, passou de R$ 6 bilhões para R$ 6,9 bilhões.

Fim das “incertezas” de 2020

O comunicado das siderúrgicas Gerdau de fevereiro à B3 (Bolsa, Brasil, Balcão) destaca que o corte, em 2020, foi em função das “incertezas e volatilidade causadas pela pandemia nos mercados globalmente”. E justificaram assim a reversão nos investimentos: “… a capacidade da Companhia investir está diretamente relacionada à sua geração de fluxo de caixa livre, que tem tido um desempenho bastante favorável”.

Operacional estável

A Gerdau Metalúrgica opera plantas produtivas no Brasil, Américas do Sul e do Norte. No balanço consolidado de 2020, demonstrou a produção de 12,194 milhões de toneladas de aço bruto, e vendas de 11,461 milhões de t. Portanto, na comparação com 2019, respectivamente, retrações de 2% e 5%. Porém, nada comprometedor. Os principais produtos do Grupo Gerdau são:

  • Semiacabados (tarugos, blocos e placas – aços não planos)
  • Aços longos
  • Trefilados
  • Aços especiais
  • Aços planos
  • Minério de ferro
Usina Gerdau Açominas, em Ouro Branco (MG), é mais importante planta do grupo gaúcho, com capacidade nominal para 7,6 milhões t/ano – Foto: Divulgação

Financeiro em alta

Todavia, os resultados econômicos apresentaram altas surpreendentes – para qualquer cenário econômico. As receitas líquidas, por exemplo, cresceram 11%, para R$ 43,815 milhões. Mas, foi na rubrica do lucro líquido que a performance extraordinária: 99% de expansão, com R$ 2,384 bilhões (R$ 872,9 milhões atribuído à controladora, a Metalúrgica Gerdau).

Endividamento suportável

A siderúrgica exibiu geração de caixa, o EBTIDA (resultado antes dos impostos) de R$ 7,682 bilhões, 34,2% acima de 2019.

No final de 2020, o endividamento da Metalúrgica Gerdau era de R$ 17,516 bilhões. Porém, com 92% com vencimento no longo prazo. Ou seja, R$ 1,432 bilhão vence neste exercício. Além disso, a dívida líquida (deduzidos os valores de caixa, equivalentes de caixa e investimentos) era de R$ 8,403 bilhões. Ou seja, menos da metade do principal.

O principal indicador da capacidade de endividamento de uma empresa é a relação endividamento bruto/EBTIDA. A siderúrgica gaúcha demonstrou, no balanço patrimonial de 2021, redução de 2,07, no 3T21, para 1,07, no 4T21.

Ativo de R$ 64,7 bilhões

O ativo total da Metalúrgica Gerdau, no final de 2021, estava em R$ 64,764 bilhões, R$ 10,7 bilhões a mais que em 2019. No imobilizado tinha R$ 17,253 bilhões.

Capital 25% do PL

O patrimônio liquido era de R$ 32,624 bilhões e refletia, portanto, elevação de 20%. Do total do patrimônio líquido, 25% eram o capital social, de R$ 8,208 bilhões.

120 anos da Gerdau

O Grupo Gerdau tem, contudo, outras holdings. E, assim, chega na fundação Stichting Gerdau Jonhannpeter, sediada na Holanda, gerida pela família Gerdau. O grupo foi fundado em Porto Alegre (RS), em 16 de janeiro de 1901, por Johann Heinrich Kaspar Gerdau, com aquisição de uma fábrica de pregos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments