Unidas mais agressiva na locação de frotas terceirizadas

  • por | publicado: 13/05/2020 - 12:17

A Unidas, marca de mercado da Locamérica, incorporou a Zetta Frotas por R$ 25 milhões - Foto: Divulgação/Unidas.

A Unidas, nome fantasia assumido pela Companhia de Locação das Américas (Locamérica), marcará nova fase em suas ações agressivas de mercado nas assembleias (AGO e AGE) dos acionistas, dia 12/06.

Com política nada conservadora, a empresa, criada em 1983, é hoje a segunda no ranking de locação de veículos, sendo forte em frotas terceirizadas. Opera 150 mil veículos próprios (Fonte: site da empresa). Portanto, sua posição no mercado é atrás da Localiza, também de Belo Horizonte, e à frente da Movida.

Então, nessa estratégia, de assumir novos nichos, as Assembleias Gerais Extraordinária (AGE) e Ordinária (AGO) avaliarão a incorporação de 100% da Zetta Frotas S.A. A Zetta opera cerca de 2.600 veículos especiais de saúde e segurança terceirizados em oito Estados – gestão, terceirização, manutenção de frotas e pátios veiculares de remoção.  

Além dessa diversificação, os acionistas votarão alteração do objeto social da Locamérica. Se aprovada, o Estatuto Social absorverá as seguintes “atividades secundárias”: “locação de máquinas e equipamentos” e “atividades de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral”.

A incorporação integral da Zetta, de São Paulo, segue um “Acordo de Investimento”, celebrado em 10 de abril. Mas será uma combinação de aporte à vista de R$ 25 milhões e cessão de 2 milhões de ações da companhia.

Locação de veículos caiu 92%

O Brasil tem 10,8 mil locadoras de veículos (2019 – Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis, Abla). Mas, a frota, de 997.416 veículos, está excessivamente concentrada na Localiza (299 mil – 2019), Unidas (150 mil) e Movida (110 mil – maio/2020).

No ano passado, o conjunto das locadoras realizaram 49,6 milhões operações de diárias. O reflexo no faturamento de R$ 21,3 bilhões, ou seja, significativo salto de 45% comparado com 2018. Todavia, na última semana de março, sob forte impacto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os negócios exibiam expressiva queda de 92%.

Unidas antecipa, com a Zetta, projeto de carteira especializada na terceirização de frotas para serviço público – Foto: Divulgação/Zetta

Zetta antecipa plano da Unidas

Na carteira da Zetta, fundada em 1998, constam adaptação e terceirização de veículos para operação como UTIs móveis, ambulâncias, resgates, viaturas policiais e carros fúnebres. A empresa, contudo, opera no mercado com frotas terceirizadas adaptadas e não adaptadas (GFC – gestão de frotas corporativas).

A Zetta passará a se chamar Unidas Veículos Especiais e integrada, assim, à divisão da plataforma “Unidas 360”. Na época da negociação, o presidente da Unidas, Luiz Fernando Porto, estimou um impulso de 6,9% as receitas da empresa com frotas terceirizadas com a aquisição. No exercício fiscal passado, a companhia faturou R$ 1,3 bilhão nessa carteira.

O mercado da Unidas está organização em divisões específicas: veículos leves e premium (best fleet), Unidas agro (agronegócios) e Unidas Trucks (caminhões). Os ativos da Zetta atendem, portanto, plano da Unidas para área de serviços em saúde e segurança.

Capital autorizado de R$ 5 bilhões

Ainda na AGE, os acionistas da Locamérica apreciarão proposta de aumento do capital social da empresa, de R$ 2,006 bilhões (R$ 2.006.289.984,08) para R$ 3,195 bilhões (R$ 3.195.789.984,08). Decidirão também alteração no limite capital social: de R$ 4 bilhões, para R$ 5 bilhões.

A Locamérica tem “sede social” em São Paulo e ”domicílio legal” em Belo Horizonte, onde foi fundada.

Destinação do lucro

Entre os assuntos da pauta da AGO, consta a destinação do lucro líquido exercício de 2019, de R$ 338,9 milhões. Deste, R$ 157,4 milhões irão para a reserva de lucros, e, R$ 16,9 milhões, para reserva legal. De forma antecipada, a companhia distribuiu entre acionistas de R$ 163,7 milhões por conta de juros sobre o capital.

Crescimento previsto pela Fitch

No começo de março, a agência Fitch Ratings projetava para Unidas elevação da frota de 200 mil veículos, ainda em 20202. E que chegaria a 225 mil, em 2021. Nos negócios Renta a Car, respectivamente, 49% e 52%.

Na frota que a Fitch estimou de 153 veículos (setembro de 2019), 45% estavam na carteira RaC, e, 55%, na gestão terceirizada de frota (GTF).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.