70 juízes tomam posse após concurso com cota para deficiente e negro

Tribunal de Justiça de Minas recebe o reforço de novos juízes, foto Renata Caldeira/TJMG

Setenta juízes, dos quais dois deficientes e nove negros, tomam posse nesta quinta (29), na sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Os aprovados passaram no primeiro concurso com a adoção de cota para deficientes, 10% de vagas, e negros, com 20%.

Realizado em 2018, o certame cumpriu o que determina a lei estadual 11.867/95, que estimula o espaço a deficientes. Ainda seguiu a Resolução 203/2015, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que, por sua vez, disciplinou a participação de negros.

Os candidatos que se apresentaram como pretos ou pardos foram submetidos a entrevista de avaliação do fenótipo para confirmar a cor da pele. No total, foram aprovados 102 dos quais 73 foram nomeados, mas apenas 70 tomarão posse, porque os outros três pediram prazo.

A lista dos nomeados foi publicada no Diário do Judiciário eletrônico (DJe) de 20 de agosto. Portanto, eles irão reforçar o quadro de magistrados nas comarcas de todo o Estado para reduzir a carga processual, além de aperfeiçoar a prestação jurisdicional.

Curso terá novo formato

A partir da próxima segunda-feira (2), os juízes empossados serão submetidos a um curso de três meses e meio para ampliar o conhecimento técnico, sobre como ser juiz e dar sentenças. Ministrado pela Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef), o curso terá novo formato a partir deste ano e buscará ampliar a base humanística dos futuros magistrados.

A ideia é dar-lhes melhores condições para enfrentar dificuldades no relacionamento com as partes, advogados, membros do Ministério Público, questões sociais novas, ética profissional, entre outros desafios da justiça do presente e do futuro.

100 por cento eletrônico

Ainda nessa semana, o TJMG completou, no dia 26, a implantação do Processo Judicial eletrônico (PJe) nas unidades judiciárias de competência cível e juizados especiais das 296 comarcas mineiras.

Nesse dia, o processo eletrônico teve início nas últimas 14 unidades cíveis do interior do estado a receber o sistema. São elas: Águas Formosas, Almenara, Carlos Chagas, Coronel Fabriciano, Ferros, Ipatinga, Itabira. E mais: Jacinto, Jequitinhonha, João Monlevade, Nanuque, Pedra Azul, São Domingos do Prata e Timóteo.

Na capital, o uso do sistema será concluído nos juizados especiais até 16 de setembro próximo.

“Essa é mais uma demonstração do Poder Judiciário mineiro que está atento à evolução dos métodos de gestão. Isso é uma forma de reduzir custos e, principalmente, tornar a aplicação da justiça mais rápida e eficiente”, comemorou o presidente do Tribunal, desembargador Nelson Missias de Morais.

Há pouco mais de um ano, o PJe estava instalado em apenas 12% das comarcas do Estado e, agora, atinge 100% delas. Na próxima fase, será implantado nos Juizados Especiais. Por isso, o TJMG foi um dos selecionados pelo CNJ para dar início à implantação do PJe Criminal no país.

O Tribunal já tem o maior acervo processual eletrônico no PJe no país: são mais de 2 milhões de processos distribuídos. E o PJe é um sistema novo e é permanentemente atualizado.

Confira aqui os nomes dos novos juízes mineiros

TJ dá início a campanha contra violência doméstica

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
ocampi

Justo pela inteligência ou pela cor ?

Decio

Com certeza você não leu toda a matéria ou é, mais um analfabeto funcional.

ocampi

Pelo jeito, para ficar puxando assunto com macho, você gosta apenas do seu anal….

João Faria

Não sei para que esta quantidade de juiz. E isso não é o pior. Para cada juiz uns vinte auxiliares e fora os salários acima do teto.

FRANK MACHADO (FRANK DRUIMAINI

DIZEM QUE OS NOMEADOS SEM CONCURSO PODEM ATÉ POR SEREM FILHOS MEMBROS DE IRMANDADE. MAS EU NÃO ACREDITO NISSO.

jeão

Ridículo, só desvaloriza a profissão; devem ser selecionados os mais competentes e ponto final.