83% dos municípios recuperam nível de emprego pré-pandemia

  • por | publicado: 26/04/2022 - 14:17 | atualizado: 29/04/2022 - 13:43

Paulo Ziulkoski, Marcos Vinicius, Hideraldo Henrique Silva e Julvan Lacerda, foto site AMM

Estudo da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) indica que oito em dez municípios recuperaram o nível de emprego pré-pandemia. O levantamento foi feito a partir de dados mensais do novo Sistema do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged). Os números mostram que foram criadas mais de 2,5 milhões de vagas de trabalho nos últimos 12 meses. A atualização sobre a evolução do emprego com carteira assinada nos municípios é feita pela entidade municipalista por meio de notas publicadas mensalmente. A informação é do site da CNM.

A CNM divulga o estudo desde novembro de 2021. Com base nos resultados positivos do mercado de trabalho nos últimos meses, a entidade fez a comparação entre a situação do mercado formal de trabalho em fevereiro de 2020 e o momento atual.

O estudo evidenciou que o mercado de trabalho cresceu 7,1% no período, com mais 2,65 milhões de trabalhadores na formalidade. No comparativo entre os dois períodos, 4.631 municípios (83%) apresentaram crescimento dos postos de trabalho.

Aquecimento favorece cidades grandes e médias

O levantamento da CNM indicou ainda que o mercado está mais aquecido nas cidades de médio e grande porte, especialmente as localizadas nas regiões Centro-Oeste e Sul. A reativação do mercado de trabalho é uma boa notícia para os municípios brasileiros, pois antecipa a recuperação econômica, gerando crescimento e sustentação dos níveis de arrecadação.

XXIII Marcha municipalista

A reunião do Conselho Político da CNM aconteceu, na segunda (25), na sede da entidade, em Brasília, para alinhar as ações e pautas da Marcha, que foi aberta hoje pela manhã (26). O encontro contou com a presença do presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) e 1⁰ vice-presidente da CNM, Julvan Lacerda, compondo a diretoria da entidade. O presidente eleito da AMM e prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinicius, e o 1⁰ vice (eleito) e prefeito de Boa Esperança, Hideraldo Henrique Silva, também participaram.

Na reunião, o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, iniciou os debates e declarou aberta a edição da Marcha. “Esta reunião se constitui na abertura da Marcha, que chamamos de assembleia. Quem votam são os Municípios filiados e que pagam a CNM. Durante a Marcha tudo é gravado, transformado em ata de quase 200 páginas para que todos possam acompanhar com transparência”, disse.

Segundo Ziulkoski, entre as temáticas abordadas na Marcha, uma importante é a questão dos royalties do petróleo, que está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF). “Nós temos que encaminhar, porque em algum momento tem que ser votado”, completou. “Precisamos mostrar no dia a dia quanto os Municípios vêm deixando de arrecadar”, finalizou Ziulkoski.

Congresso mineiro

Na ocasião, Julvan convidou os presidentes das associações estaduais, os prefeitos para participarem do 37⁰ Congresso Mineiro de Municípios, que acontecerá nos dias 1 e 2 de junho. O evento acontecerá no Expominas, em Belo Horizonte. “Será um grande Congresso, com uma feira de produtos e serviços, diversas palestras e eventos técnicos que contribuirão para o aprimoramento da gestão pública, além de favorecer o debate e a troca de experiências entre os presentes. No evento, a nova diretoria da AMM irá tomar posse.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments