Quatro institutos apontam: Bolsonaro está derretendo nas pesquisas

Em queda: quatro institutos registram aumento de reprovação

Pode-se até contestar as impressões, mas os números das pesquisas dão objetividade a uma sensação geral: o governo Bolsonaro está derretendo. Não chega ainda à profecia do haitiano que disse, na noite do dia 17 de março, diante do presidente e de seus seguidores, que o governo dele tinha acabado. Veja o que apuraram quatro institutos, o mineiro Quaest, os paulistas Datafolha e Atlas e o pernambucano Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe).

De acordo com as medições feitas no final de abril passado, o presidente registrou queda geral na aprovação. Alcançou apenas 28% e 27% de positivo, respectivamente no Ipespe e no Datafolha, e de 21% e 20%, respectivamente, no Atlas e no Quaest. Já a reprovação está entre 46% a 49% nesses institutos.

Nova medição, nova queda

Cinco dias depois, um deles, o Ipespe voltou a campo e detectou nova queda. De acordo com os dados, a avaliação ruim ou péssima do governo Bolsonaro aumentou para 49% e atingiu o maior patamar já registrado pelo instituto. Uma semana antes era de 42% no levantamento de 24 de abril.

O percentual dos que consideram o governo ‘ótimo ou bom’ foi de 31% na sondagem anterior para 27%, e o dos que consideram a gestão regular se manteve em 24%. Outro 1% não respondeu contra 3% na pesquisa anterior. A pesquisa do Ipespe, contratada pela XP Investimentos, registrou aquilo que o instituto mineiro Quaest e o Atlas já haviam identificado.

Tudo isso é resultado de crise política e dos equívocos sucessivos do presidente, sim. A queda do ex-juiz federal Sérgio Moro, do Ministério da Justiça, contribuiu e muito. Dos consultados, 57% consideram que Moro agiu com ética e de forma correta; para outros, 26%, foi motivado por interesse próprio, para se beneficiar como político. 17% não souberam dizer. Outra convicta maioria, de 60%, considerou serem verdadeiras as acusações dele contra o presidente. Para 13%, seriam falsas; 28% não souberam.

Mais grave é a crise do coronavírus

Ainda assim, não adianta esconder ou fugir de uma grave responsabilidade. Especialmente, sua posição com relação ao combate ao coronavírus. No combate à pandemia, o presidente foi aprovado por apenas 19% em seu comportamento. Outros 32% consideraram regular, mas 48% reprovaram com força. A avaliação geral do governo repete a avaliação com a pandemia. A positiva caiu para 20% e a negativa subiu para 48%. A maioria de 54% avaliou que está no rumo errado e apenas 24%, no caminho certo. 22% não souberam dizer.

Nas últimas 24 horas, foram registrados mais 600 mortos pelo coronavírus, chegando a oito mil em todo o país. Em todos os estados, os governadores se esforçam em reduzir o contágio, adotando medidas que são contestadas pelo presidente. Não é à toa que a avaliação dos governadores se mantém positiva, acima dos 50%, e a de Bolsonaro, ao contrário, cai pelas tabelas, com rejeição próxima dos 50%. E mais, os pesquisadores preveem que quanto mais subir a curva e o número de mortos mais derreterá a avaliação do presidente.

Bravata de Bolsonaro esvazia sua defesa e impõe-lhe nova derrota

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leonardo De Jesus Barbosa

Engraçado. Vendo “Os pingos nos is” (jovem pan – YouTube) falaram exatamente o contrário.

reginaldo

Fim para esse miliciano , pior presidente que o Brasil já teve

Ricardo Mesquita

Pior do que Dilma não teve, mas ta derretendo, para mim, derreteu!!!

Observador do Norte

Jair será como o Collor; poderá até seguir sendo eleito para algum mandato, mas presidente do Brasil, jamais!

Sandro

Pesquisas super confiáveis. 3 institutos que ninguém nunca viu e o DATAFOICE que todos sabem para onde a pesquisa vai apontar antes mesmo de ser feita. Errou tudo em 2018 dando, inclusive, que o Bolsonaro não ganharia de ninguém. A Dilma liderava disparado as pesquisas Datafoice para o Senado e não ficou nem perto das duas vagas. Quem acredita nas pesquisas desse instituto é, no mínimo, leviano.

Gilberto

Leviano não, idiota e retardado mesmo!

Marcelo Lins

Idiota é quem ainda acredita no Bolsonaro.

André Couto

Qual é o instituto que você considera confiável, Sandro?

Gilberto

KKKKKK! Essas pesquisas são tão autenticas, reais e confiáveis quanto uma nota de R$3,00. São as mesmas de sempre que davam como certo a não eleição de Jair Bolsonaro para presidente! EU, nunca fui pesquisado e desconheço alguém que já foi!

Léo Oliveira

Até vcs aqui em MG vão comprar briga de GLOBO e FOLHA??? não da para entender… Dilma foi graças a Deus removida ai tivemos o golpe que permitiu ela se candidatar e nós MINEIROS não aceitamos ela como Senadora, mas vc´s deste jornal fazem isso? o que estão fazendo com a historia de vc´s? meu DEUS – vcs acham mesmo que pessoas de bem acreditam nestas pesquisas?

Marcos

Pessoas de bem são os seguidores do falso mito acéfalo bozo doido e entre eles os enviados do satanás, mas eles dizem que são de Deus, Malafaia, Edir Macedo , Marco Feliciano e Valdomiro, grandes pastores picaretas.

Airton Luis

Se qualquer pessoa fizer uma enquete e distribuir o link nas redes sociais, terá um resultado ainda pior para Bolsonaro. Eu fiz, tive meio milhão de respostas, e Bolsonaro estava crescendo, mas virou pra baixo este ano.

Astrid Dias de Assis

Pode mostrar por favor?

Marcos

O bozo doido está crescendo entre os colegas psicopatas ignorantes. Só sendo muito maluco para apoiar esse psicopata.

Astrid Dias de Assis

É de se impressionar o corporativismo baixo e reles deste senhor Orion Teixeira, e mais ainda a co-responsabilidade deste site, que se exime em pequenas letras desta opinião, posto que se esconde de forma covarde aos ataques ao Presidente Jair Bolsonaro. Qualquer pesquisa não tendenciosa passa de forma rápida as redes sociais. Desafio a publicar esta pesquisa e obter o resultado e compartilhar neste site brecheiro.

Everaldo Ribeiro Cassimiro

Daqui a pouco vai ter nota de repúdio contra assassinato de jornalistas e tem mais esse Chico Bento que defende a livre expressão do palhaço “Penniswise”, eu defendo atentados terroristas contra o Chico Bento.Morte ao Chico Bento.

Marcos

Bobalhão.

Everaldo Ribeiro Cassimiro

Bosta na chuva é assim mesmo.

Eduardo Santos

naquela época ninguém sabia qauem era o Bozo.Foi eleito pra o Brasil se livrar do PT.Agora não esse descompassado tá colhendo os frutos que plantou.

edwarley campos

Tirou o PT do poder,já merecia um prêmio Nobel só por isso,mas está se mostrando um grande incapaz!

Miguel A

Todos as pessoas do meu círculo social, continuam apoiando o PR. Quem não apoia, ou é bandido, ou quer a volta da esquerda! Nesse momento, não existe meio termo. Ou é do bem, ou do mal. Ninguém ainda percebeu que quem governa o país, é Deus, utilizando o governo do PR.

Marcos

Miguel, sua convivência só tem miliciano e seguidores de psicopata ignorante vulgo bozo doido. Tá mal de companhia e acusa os outros de bandido. O pa$tor mandou avisar que vc não está pagando o dízimo. Aleluia irmão.

André Couto

Muda de vida Miguel A. Larga mão de viver no meio de gente canalha e burra. A vida pode ser melhor.

Giuliano Cardeal

O mais engraçado é que para os bolsonaristas todos estão contra Bolsonaro. Imprensa, STF, Globo, Congresso Nacional, institutos de pesquisa. Qualquer decisão contrária aos objetivos do governo significa perseguição política. Aí aparece o gabinete do ódio para contestar. A insanidade da família Bolsonaro atingiu níveis alarmantes. Eles estão certos e todos estão errados. insanidade é fazer a mesma coisa repetidamente e esperar resultados diferentes.

Marckus Maximus

Já acabou faz tempo, agora é só ver a queda livre desse desgoverno ruim…

Marckus Maximus

game over bozo.