Tapumes interditam mirante no Parque Rola Moça

  • por | publicado: 30/04/2020 - 13:04

Placa e tapumes interditam o Mirante do Morro dos Veados, no Parque Estadual do Rola Moça, em Brumadinho. Foto: Whatsapp/Reprodução

Na manhã desta quinta (30/04), funcionários da Prefeitura de Brumadinho instalaram tapumes interditando o acesso ao Mirante Morro dos Veados, dentro do Parque Estadual do Rola Moça. É, portanto, medida preventiva para evitar concentração de pessoas enquanto durar a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

O parque faz divisa com Nova Lima, Ibirité e Belo Horizonte. Local é muito frequentado por turistas. É também acesso dos moradores dos condomínios do distrito de Casa Branca (Brumadinho) e que opção de chegada ao Museu Inhotim.

Funcionários instalam tapumes no Mirante Morro dos Veados, Parque do Rola Moça – Foto: WhatsApp/Reprodução

A instalação dos tapumes ocorre dois dias após o prefeito de Brumadinho, Avimar de Melo Barcelos, assinar o Decreto Nº 71 de 28/04/2020. O decreto, portanto, interditou três pontos turísticos do município: rampa do Topo do Mundo (Serra da Moeda), mirante do Rola Moça e Cachoeira da Jangada, em área da Vale S.A, (Casa Branca).

Caminhão leva tapumes para interditar Mirante Morro dos Veados, no Parque Estadual do Rola Moça, em Brumadinho – Foto WhatsApp/Reprodução

Essa postura da Prefeitura de Brumadinho, todavia, foi reação à reportagem do jornal Estado de Minas (26/04). O jornal mostrou concentração de populares e congestionamento de veículos junto à rampa de saltos para voos de parapentes do Topo do Mundo. Portanto, contrariando recomendação das autoridades de saúde. Mas, houve, também pressão de moradores da região, conforme noticiou (29/04) ALÉM DO FATO.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Interdição do Topo do Mundo; ‘ofício’ e problemas

Preocupação da Vale: banhistas abaixo de Capim Branco

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
augusto cesar almeida santos

O que eu não entendo é pq tanta cobertura para um fato que ocorre longe dos centros urbanos, mesmo sendo LEI e as pessoas estão infrigindo a mesma … em comparação ao descaso/desinteresse de autoridades, policia, guarda civil e até imprensa, principalmente GLOBO, em vistoriar uma denuncia de um bar aberto num posto de combustivel do bairro sion na av. bandeirantes, onde claramente o risco de transmissão da covid é bem maior e pode infectar até mesmo quem não pratica o ato infracional… Além do fato da PBH cercar a praça JK e não cercar a praça Alaska, onde existem pessoas praticando exercícios e fazendo picinic no fim dos dias….. Em tempo as pessoas ficam em pequenos grupos espalhados pela área do posto tomando cerveja… causando até transtorno ao funcionamento normal do posto de combustiveis